Skip to Content
Technical Articles
Author's profile photo Eduardo Chagas

Calculando custo de frete usando uma tabela de decisão (BRF+)

Como são calculados os custos de frete? Na minha opinião essa é a área que mais chama minha atenção em uma implementação. Não que o planejamento ou melhor dizendo otimização e roteirização não sejam.. mas você consegue sobreviver fazendo planejamento manual e porque otimizar… NÃO é tão simples. Não é só uma questão de algoritmo e parâmetros no sistema. Agora.. o cálculo de custos é básico…. seja no cenário básico ou avançado você vai precisar fazer na grande maioria dos projetos.
E, como já disse em outro artigo.. no Brasil o pessoal é super criativo nas fórmulas de cálculo. rsrsrs
O objetivo desse artigo é somente mostrar para vocês uma alternativa para cálculo de custos de frete no SAP TM utilizando o BRF+. Caso você não saiba o BRF+ foi incorporado a interface e processos do SAP TM e você pode utilizar em diversos pontos do sistema para determinar alguma regra de negócio sem precisar codificar/desenvolver algo.
Vou demonstrar um cenário MUITO simples… mas tenha em mente que uma vez levando a informação para o BRF+… lá você pode fazer MUITO MAIS COISAS! 
Você não sabe o que é o BRF+? Sendo breve porque não é o objetivo deste post… o BRF+ é uma ferramenta para gestão de regras de negócio. O grande propósito do BRF+ é tirar as regras que geralmente estão escritas nos sistemas através de um código seja lá a linguagem utilizada e colocar em uma ferramenta onde você configura! Dando mais visibilidade, flexibilidade e governança para empresa/negócio!
Vamos lá pro no cenário…
A ideia retornar uma tarifa para um frente de carga fechada onde para fins de exemplo iremos determinar uma tarifa baseada no meio de transporte (tipo de veículo), origem da mercadoria, destino da mercadoria e agente de frete/transportadora.
Para tal, basta você executar os passos abaixo:
Passo 1. A partir do Fiori Launchpad execute o aplicativo Criar condição no grupo Perfis e configurações. Como falei antes… aqui no TM chamamos uma regra do BRF+ como condição.
Passo 2. Dê uma identificação e uma descrição para sua condição. Defina o tipo da condição como TCM_AMNTFR. Observe que todas as condições pré-definidas pela SAP para o módulo de gestão de custos iniciam com a expressão “TCM_”. A origem da condição será a standard.. baseada em uma tabela de decisão.
Passo 3. Clique no botão “Avançar” o sistema irá pedir uma request, informe uma e clique no botão “ok” para confirmar.
Passso 4. Clique no botão “Definição de acesso aos dados” para definirmos os parâmetros de entrada da nossa tabela de decisão. Para quem não está familiarizado com o conceito de tabela de decisão… ela tem a mesma característica de uma tabela de sequencia de acesso.
O sistema irá apresentar a seguinte tela…
Passo 5. Clique no botão “Criar” e selecione a opção TSP_TCMC na lista de valores
Repita o procedimento adicionando novas linhas com as seguintes definições:
  • MEANS_TRANSPORT_TCMC
  • SOURCELOC_ZONE_TCMC
  • DESTLOC_ZONE_TCMC
Ao final sua tabela deve ter as seguintes entradas conforme a imagem abaixo:
Clique no botão “Voltar” no canto inferir direito.
Passo 6. Clique no botão “+” para adicionar um registro na regra. O sistema irá adicionar uma linha na tabela.
Passo 7. Vamos agora preencher nossa tabela! Clique no botão com uma seta para baixo, para abri o menu de opções e selecione a opção Entrada direta de valor.
Entre com a informação do agente de frete/transportador e clique no botão “ok”.
Complemente a sua tabela com os demais parâmetros de entrada.
Não é objetivo desse artigo explicar todas funcionalidades e conceitos por trás do cálculo de frete ou mesmo das condições e uso do BRF+.
Cabe ressaltar que aqui utilizei os dados que atendem o meu cenário. Para replicar no seu ambiente você deverá adotar os dados apropriados.
Outro ponto importante é que as condições também permitem você possa EXPORTAR e IMPORTAR as regras a partir de uma planilha excel! 
Passo 8. Bom, agora precisamos ajustar o esquema de cálculo com a nossa condição. Para isso abra o seu esquema de cálculo e adicione uma nova condição de tarifa e na linha do item da sua condição… busque a coluna (mais a direita) chamada Regra p/fórm.direta e adicione a regra que você criou. Grave suas alterações.
Passo 9. Agora é executar o cálculo na sua ordem de frete!
LEGAL NÉ? Pois eh.. o uso do BRF+ facilita a gestão de tarifas se compararmos por exemplo com as tabelas de tarifa. Mas o uso vai depender de cada cenário, do cliente, dos requisitos de aprovação de alteração, volume de regras, etc.
Aqui vimos um cenário BEM simples… como já falei o BRF+ é uma ferramenta muito poderosa; e, você pode chamar funções, fazer leitura dos objetos de negócio, de tabelas, cálculos etc.
Espero que esse artigo tenha sido útil! Se gostou, compartilhe e marque a seinspire na sua rede social! Isso nos motiva a produzir mais conteúdo para vocês.
Abraço
Eduardo Chagas

Assigned tags

      Be the first to leave a comment
      You must be Logged on to comment or reply to a post.