Skip to Content
Technical Articles

SAP Transportation Management (TM) – Cálculo de Custo e Split de Faturamento por Etapas (Embarcador)

Neste Blog Post, você irá aprender a como realizar a configuração no SAP Transportation Management – mais conhecido como SAP TM -, para que o cálculo do custo de frete seja realizado individualmente para cada etapa do transporte, assim como o faturamento do frete tenha sua criação split para cada uma das etapas do transporte.

Trataremos neste blog post a visão do embarcador: a empresa que compra o serviço de frete, carrega o caminhão, e paga o fornecedor (transportador).

Fonte: O Autor (2019); Baseado em: Bernd, Stefan Sauer et al.; Transportation Management with SAP
Figura 1: Visão global do cálculo do custo de frete no SAP Transportation Management

 

Cenário: Para atendimento dos cenários de empresas que realizam a contratação e devido pagamento de serviço de frete (embarcador) e executam mais de uma entrega em um único transporte (entrega fracionada) no Brasil, é possível configurar o transportation management (TM), de modo que realize o cálculo de custo de frete para cada etapa do transporte, além disso o faturamento de frete deve ter o split de criação para cada etapa da ordem de frete.

Geralmente para cenários de frete fracionado, cada etapa do transporte possui destinatários distintos, dessa forma o respectivo fornecedor/transportador que foi contratado para realização do serviço terá a necessidade de realizar a emissão de mais de um CT-e, um documento para cada destinatário (salvo exceções, a exemplo do CT-e globalizado).

Para lembrarmos rapidamente o conceito a respeito do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e): é um documento fiscal emitido pelos transportadores no Brasil, que tem como principal objetivo permitir que seja documentado, para fins fiscais, a prestação do serviço de transporte de cargas. Portanto, para que seja possível realizar a entrada fiscal e devido pagamento do CT-e dos transportadores subcontratados no SAP, as configurações a seguir podem ser realizadas no Transportation Management (TM) em vista do atendimento do cenário acima exposto.

Premissas: Configurações de perfil de custo, perfil de cálculo e perfil de faturamento orientadas ao cálculo de custo e faturamento por etapas.

– Definir um tipo de ordem de frete

– Definir um tipo de faturamento de frete

– Definir um perfil de cálculo (Por etapas)

– Definir um perfil de custos (Por etapas)

– Definir um perfil de faturamento (Por etapas)

Configurações  Necessárias:

Primeiramente devemos definir um perfil de cálculo por etapas:

O nível de cálculo deve estar configurado por etapa:

Na sequência necessitamos realizar a configuração do perfil de faturamento:

Atenção para o flag abaixo:

Este flag irá controlar o faturamento tendo seu split para cada etapa, ou seja, teremos um faturamento de frete para cada etapa do transporte e consequentemente um documento de origem para fins de pagamento (pedido de compras/folha de serviço em MM) para cada CT-e emitido pelo transportador.

Na sequência devemos configurar o perfil de custos para atribuir as configurações acima realizadas:

Este perfil de custos deve ser atribuído na organização de compras do TM, que é definido na transação PPOCE:

É importante lembrar que este tipo de perfil de custos será atribuído para toda a organização de compras, no exemplo apresentado temos apenas uma organização de compras definida em MM, sendo assim todos os fretes serão calculados por etapas.

Caso haja necessidade de realizar um cálculo diferente (Cabeçalho, Item…) é possível diferenciá-los também a nível de cada fornecedor/transportador:

Para isto, na transação BP consultar o parceiro de negócios com a função parceiro transportador (CRM010), em dados de Compras:

Visualizando o resultado da configuração realizada, na prática:

Ao criar uma ordem de frete com entrega para dois destinatários distintos, observe que o cálculo de custo é realizado para cada etapa do transporte:

Ao gerar o faturamento de frete, observe que foram gerados dois documentos. Um documento de faturamento de frete para cada etapa do transporte, e consequentemente para cada CT-e que será gerado pelo transportador. Dessa forma teremos dois pedidos de compras e duas folhas de serviço aprovadas para realizar a entrada fiscal do documento CT-e (MIRO) e devido pagamento.

Caso queiram se aprofundar mais sobre cálculo de custo de frete no TM e suas possibilidades, busquem ler a seguinte SAP NOTE:

2522134 – How to use Resolution Base and Calculation Level in Charge Calculation?

https://launchpad.support.sap.com/#/notes/2522134

E para quem está começando no mundo TM e/ou tem curiosidade em saber mais, de maneira mais abrangente a respeito do produto, recomendo o blog post do Fausto Motter :

https://blogs.sap.com/2017/11/15/falando-sobre-o-tm-…-comece-por-aqui./

 

Agradeço pela atenção,

Leonardo de Assumpção

3 Comments
You must be Logged on to comment or reply to a post.