Skip to Content
Product Information

ACR Brazil Option (TDF): A evolução do produto com o HANA Deployment Infrastructure (HDI)

Olá pessoal,

Hoje vamos trazer informações sobre o HANA Deployment Infrastructure (HDI), que é uma das novidades do HANA 2.0, e como esta funcionalidade impacta o produto ACR Brazil Option (TDF).

Para começar, vale lembrar que o HANA não é somente um banco de dados; ele também dispõe de ferramentas para desenvolvimentos de aplicações, o chamado HANA Extended Service Classic (XSC).

Para atender os requisitos de escalabilidade, alta disponibilidade, segurança e integração contínua que uma aplicação no ambiente Cloud exige, o XSC evoluiu para o HANA Extended Service Advanced (XSA). O XSA também provê compatibilidade de entrega da aplicação no ambiente On Premise e Cloud.

A importância do HDI

Com o HANA 2.0 SPS 02, algumas funcionalidades foram declaradas obsoletas – o que indica o fim do desenvolvimento de melhorias. Dentre essas funcionalidades obsoletas, está o HANA Repository, que será substituído pelo HDI.

Para contextualizar, o HANA Repository é a funcionalidade do SAP HANA responsável por armazenar os design-time objects de uma série de formatos suportados pelo HANA, como Procedures, Attribute Views, Analytic Views e Calculation Views. Já o HDI é uma funcionalidade disponível desde o HANA 1.0 SPS 11 e que vem sendo ativamente desenvolvida como sucessora ao HANA Repository.

Tendo em vista que as funcionalidades obsoletas podem ser removidas já na próxima versão do SAP HANA (HANA 3.0) – veja a lista completa das funcionalidades obsoletas na SAP Note 2465027 –  a utilização do HDI passa a ser um pré-requisito para garantir a compatibilidade futura de objetos como as Calculation Views, sendo este um dos principais motivos para a recomendação do HANA 2.0 (veja o blog post TDF SP13 – What’s New)  do produto ACR Brazil Option (TDF).

O que é o HDI?

O HANA Deployment Infrastructure contempla todas as tecnologias que tratam da publicação de artefatos de banco de dados, implementando uma abordagem inspirada na conteinerização para fornecer deployments com reprodutibilidade e comportamento determinístico, além de suportar a execução paralela e isolada de múltiplas versões do mesmo container. Conforme a definição oficial, o HDI pode ser definido como:

“HDI é uma camada de serviços do banco de dados SAP HANA que simplifica a publicação consistente de objetos de banco de dados HANA. Ele suporta publicações de containers isolados que podem ser usados, por exemplo, para publicar várias instâncias da mesma aplicação em uma única database SAP HANA.”

Em contraste com o antigo HANA Repository, mesmo que o HDI não forneça funcionalidades para controle de ciclo de vida ou versionamento de artefatos (cuja responsabilidade pode ser delegada para ferramentas específicas como SVN ou Git), ele fornece uma série de novas funcionalidades que favorecem a estabilidade, segurança e reprodutibilidade das publicações de artefatos de banco de dados no SAP HANA.

Para atingir este objetivo, o HDI utiliza schemas de banco de dados para fornecer as funcionalidades previamente citadas. Para mais informações, veja a lista de materiais auxiliares ao final deste blog post.

Cabe ressaltar que uma fundamental diferença na comparação entre HDI e o HANA Repository se dá no acesso aos dados a partir do ABAP que, no caso de HDI, deve ser realizado através de AMDP ou ADBC.

Para cenários que contenham significativo uso de ABAP, o HANA Transport for ABAP é o mecanismo indicado de transporte de objetos, permitindo que os containers HDI e seus objetos se integrem ao mesmo workflow de transporte já estabelecido pelo Change and Transport System (CTS) e aplicado aos objetos do ambiente ABAP. Esta funcionalidade está disponível na versão 7.52 SP02 do SAP NetWeaver AS.

Como se preparar o HDI

Para facilitar a migração do HANA Repository para o HDI, a partir do HANA Studio SPS 11, foi disponibilizada uma ferramenta de migração e um manual de migração que traz mais detalhes dos passos necessários para concluir tal migração.

A ferramenta automatiza grande parte do processo e, ao mesmo tempo, te dá liberdade para determinar a melhor estratégia de migração.

O que muda com o HANA Deployment Infrastructure?

Através do HANA Deployment Infrastructure, é possível aumentar a confiabilidade e reprodutibilidade das publicações de objetos de banco de dados do SAP HANA onde, através do conceito de conteinerização, é garantido o isolamento e a possibilidade de executar múltiplas versões dos mesmos objetos.

Além disso, com o HANA Repository obsoleto desde o SAP HANA 2.0 SPS 02, o HDI é apresentado como o caminho futuro para garantir a compatibilidade e o suporte a artefatos como as Calculation Views, contemplando também mecanismos de integração com o transporte de objetos ABAP através do HTA e uma ferramenta própria de migração para auxiliar na transição entre as tecnologias.

Fique ligado nos próximos blog posts para mais informações sobre a utilização do HDI pelo produto ACR Brazil Option, o impacto e os prazos para a sua adequação.

Gostaríamos muito de saber o seu feedback. Deixe seu comentário abaixo caso tenha alguma dúvida ou sugestão para um próximo post. E não esqueça de seguir a tag SAP Tax Declaration Framework for Brazil aqui na SAP Community para ficar ligado nas últimas notícias sobre o ACR Brazil Option / Tax Declaration Framework (TDF).

O TDF agora chama-se ACR Brazil Option – saiba mais.

Mais informações:

 

Até a próxima,

Ailane Kuhn

Time de desenvolvimento do TDF

5 Comments
You must be Logged on to comment or reply to a post.
  • Oi Ailane,

     

    A documentação de installation to TDF hoje diz o seguinte:

     

    ‘To install TDF Add-on, you have the following prerequisites:

    • SAP HANA 2.0 SPS 03 Rev. 036

    • SAP NetWeaver 7.52 on SAP HANA

    • SAP HANA Studio’

     

    Porém entendo que com o uso do HDI o HANA studio se torna obsoleto e nao pode ser considerado pré-requisito, pois ele é totalmente substituído pelo WebIDE. Pode confirmar essa informar e, se possível, atualizar a documentação?

     

    att,

    Renan Correa

    • Oi Renan,

       

      Obrigada pelo teu comentário!

      O SAP HANA Studio não será mais pré-requisito da instalação do TDF com o uso do HDI, de fato. Porém, até que essa migração seja concluída, continua sendo pré-requisito.

       

      Manteremos o guia de instalação atualizado de acordo com a mudança desse cenário.

       

      Abraço,

      Ailane Kuhn

      • Oi Ailane,

        Eu li os blogs mencionados e o material da SAP sobre HANA 2.0 e HDI, porém preciso dizer que ainda está bem confuso e não está 100% claro o uso dessas novas ferramentas/tecnologias.

        O entendimento atual que tenho é que com HDI modelagem/desenvolvimento só é possível via SAP webIDE, além disso a criação/mapeamento de schemas deve ser feita pelo HANA cockpit 2.0 e o acesso a “data preview” das calculation views também seria via WebIDE.

        Eu conversei com vários consultores e desenvolvedores e estas dúvidas são recorrentes, então se isso fosse levado em conta para um blog futuro seria muito bom. Principalmente porque conforme já divulgaram o SP14 terá objetos HANA habilitados em HDI.

        att,

        Renan Correa

        •  

          Oi Renan,

          Agradeço o teu comentário e feedback!

          Sabemos que, por ser um tópico novo, mesmo com as informações aqui providas, ainda restarão dúvidas a serem esclarecidas.

          No entanto, as informações disponibilizadas nesses últimos blog posts são as informações que tangem o produto ACR Brazil Option (TDF).

          Incentivamos os parceiros e clientes a continuar os estudos sobre a ferramenta. Como ponto de partida, veja a seguinte documentação no SAP Help Portal:  About the ABAP for SAP HANA Development User Guide.

          Obrigada!

           

          Atenciosamente,

          Ailane Kuhn

          • Oi Ailane,

            Obrigado pelo retorno, de fato li a documentação em blogs e help da SAP já disponível sobre HANA HDI e HTA porém como isso se aplica ao TDF ainda não temos nenhum exemplo prático, só teoria por enquanto. Aguardamos ansiosamente o SP14 com as novidades sobre o HDI e o novo installation manual atualizado. ;D
            Assim que fizermos as primeiras implementações com o novo modelo ( após SP14 ) vou fazer um blog post explicando o que muda do ponto de vista prático.

            att,

            Renan Correa