Skip to Content
Product Information

Subcontratação Brasil

A subcontratação é um processo no qual os produtos são fabricados por um fornecedor (o subcontratado) para quem sua empresa fornece os componentes.

Uma vez que o produto é finalizado o fornecedor envia o novo material e também o retorno simbólico dos componentes.

Esse retorno pode vir em uma única Nota Fiscal (material finalizado + componentes) ou em duas Notas Fiscais (material finalizado em uma NF e os componentes em outra).

Via processo no SAP, ocorre da seguinte forma:

Processo com 1 NF:

  1. ME21N | Criação de ordem de compra de subcontratação
  2. MB1B (541) |  Envio dos componentes
  3. MIGO (101/543) | Entrada dos materiais
  4. MIRO | Entrada fiscal/Nota Fiscal

Processo com 2 NFs:

  1. ME21N | Criação de ordem de compra de subcontratação
  2. MB1B (541) |  Envio dos componentes
  3. MIGO (101/543) | Entrada dos materiais
  4. MIRO | Entrada fiscal/Nota Fiscal
  5. MB04 (121/543) | Retorno Simbólico com NF referente aos componentes

 

Notas Importantes:

1677806 Allow Tax Calculation for Subcontracting Process

2446520 J1B1N or MIRO – Subcontracting with non-statistical component

Customizações:

  • SM30> J_1BIM02V >
    • Movimento 541|542|543 devem estar setados como relevantes para NF ‘X’.
    • Item type para movimento 541 | 542 = 32
    • Item type para movimento 543 = 33
  • Lógica das NF em referência aos movimentos utilizados nesse processo:
    • Movimeno 541 – NF de saida.
    • Movimeno 542 – NF de retorno com o tipo 6 de entrada.
    • Movimeno 543 – NF  de entrada.

Incidentes:

  • Subcontratação + operação triangular – Esse cenário não funciona, pois o sistema busca pela NF de origem utilizando o fornecedor. Se houver mais de um ele não vai encontrar o documento de referência.
  • Componentes não estatísticos – Criamos uma recomendação através do KBA 2446520.

Pontos de DEBUG:

  • J_1B_IM_TX_CALCULATE_TAX_NEW
    • Essa função é um ótimo ponto de partida pois nela vai ter a chamada para preencher os parametros que vão ser usados para os cálculos de impostos.
    • PERFORM fill_taxcom – preenche os parametros
    • CALCULATE_TAX_ITEM – chama pricing

Maiores informações sobre os cenários de localização MM, consulte nossa WIKI:

Materials Management Localization Scenarios Overview

Abs,

Patricia

18 Comments
You must be Logged on to comment or reply to a post.
  • Boa tarde Patricia!

     

    Este cenário de entrada com nota conjugada (1 nota). Não consegui fazer com que a MIRO calculasse o ICMS nos itens de retorno simbólico.

    O cenário de 1 nota não tem suporte para isso?

  • Boa tarde,

    Patricia,

    Estou com o seguinte problema, ao fazer o cenário de subcontratação ao fornecedor, ME21N=Ok! com ctg ‘L’ com o material e componente.

    Mas ao executar remessa dos componentes ao fornecedor via MIGO Op A08 Transferência e R01 Pedido, Tp mov 541 ao verificar não apresenta o erro;

    Documento O.K.
    Nº mensagem MIGO026

    Diagnóstico
    O sistema não constatou nenhum erro durante a verificação do documento.

    Procedimento
    O usuário pode lançar o documento.

    Mas ao gravar não, não grava e apresenta falta de CFOP, já configurado para vir automático, o problema e que não aparece o botão ‘Nota Fiscal’, tem alguma configuração diferente do ECC? estamos utilizando o ambiente SAP S/4HANA ON-PREMISE 1511.

    Sds!!!

     

    • Olá Fabiano,

      Sobre o problema de determinação do CFOP, eu recomendo que você siga essa nota para descobrir porque o CFOP não foi determinado automaticamente.

      2172518 - CFOP not determined correctly

      Agora sobre o botão não estar aparecendo é bem estranho.

      O movimento está setado como relevante para gerar NF, na view  J_1BIM02V?

      Abs,

      Patricia

       

       

       

       

  • Olá Patricia, boa tarde!

     

    Parabéns pela informação postada. Estou com uma situação onde o cliente gostaria de ter o cálculo do ICMS como crédito no momento da entrada da segunda NFe (MB04), desse modo ativei o campo do código de imposto e montante base, poré a contabilização não esta batendo, você ja passou por isso?

     

    Abraços.

    • Olá!

      Acredito que tenha aberto um incidente sobre isto, pois encontrei uma descrição exatamente igual a sua.

      Para problemas de cálculo e contabilização realmente não tem como saber sem olhar o cenário no seu sistema.

      Att,

      Patricia

    • Olá,

      Para o mov. 543, o IVA do standard informado é Liquidado como o consumo do material e a Conta do ICMS gera somente como débito.

      Também gostaria que fosse como Credito de ICMS.

      Na configuração J_1BIM01V tentei mudar a chave WA01 o campo sinal SHTINP1 para SHTOUT1. Porém não fecha o saldo contabil.

      Como vc resolveu esta situação?

      Tem nota SAP?

      Abs,

  • Bom dia, Patrícia!

     

    Sobre o MB1B, mov 541, fizemos as etapas do processo, o que no final foi gerado o nº de doc. Ao acessar a MIGO ou MB90 para impressão do documento não é possível imprimi-lo.

    Aparecem as seguintes mensagens: Não foi possível gerar mensagens. Nº mensagem MIGO032

    Poderia nos auxiliar nessa questão?

     

    • Ola Rubson,

      Este processo de impressão não é da localização, então não tenho muito conhecimento a respeito dele.

      Mas pelo que olhei no código, isso acontece quando o programa de impressão não está configurado ou o movimento não permite/prevê que o documento seja impresso, que faz com que o output status fique em branco.

      Você teria que ver primeiro se o programa de impressão está configurado corretamente e depois olhar as configurações do movimento pra ver se ele está marcado a opção de impressão.

      Talvez está nota te ajude com a questão da configuração de impressão.

      522591 - FAQ: Output determination in inventory management (IM)

      Qualquer coisa você pode abrir um incidente para o componente desta nota para que eles possam te auxiliar melhor.

      Att,

      Patricia

       

    • Olá Alinne, tudo bem?

       

      As duas situações podem ser usadas sem nenhuma restrição, você pode inclusive para um PO por exemplo enviar as mercadorias com 541 e receber uma única nota fiscal contendo o produto acabado+componentes e num outro PO o fornecedor pode lhe enviar a NFe de fatura com o item principal/produto acabado e posteriormente lhe enviar uma nota fiscal de retorno simbólico dos componentes que vocês irão receber pela MB04/MIGO compensação posterior normalmente.

      Então, sim, é possível ter os dois cenários trabalhando juntos.

       

      abraço

      Moçatto

  • Oi Patricia,

    Estou com um cenário onde eu faço o movimento 541 e o batch foi automaticamente populado corretamente no documento de material, porém quando entro na nota fiscal o mesmo não foi populado, porem todos os outros dados estão corretos,  qtd, planta, material, referencia...

    Existe alguma forma de popular essa informação lote/batch automaticamente para dentro da nota fiscal de forma standard?

    Agradeço.

     

    • Olá Alessandra,

      Eu peguei um caso no passado exatamente igual ao que você reportou.

      Naquela situação o problema era de customização do movimento 541.

      Na view J_1BIM02V ou pela transação J1BTAX > NF > Inventory Management  > NF Category derivation tem todas as listas dos movimentos. O 541 tem que estar marcado como X, e não U.

      Veja se é isso.

      Obrigada,

      Patricia

      • Olá, bom dia!

        Na tentativa de fazer o processo de transferência, quando o componente retorna sem uso no processo de industrialização e estava apresentando o erro abaixo, mesmo inserindo a referência da remessa no campo BKTXT:

        É necessário entrar nº do doc.de remessa p/tipo de movimento 542

        Nº mensagem 8B378

        Fizemos a validação do movimento na opção que você citou (NF Category derivation) e conseguimos emitir a nota fiscal e realizar o processo normalmente. O movimento 542 está marcado com U e não X.

        Você teria alguma documentação/link que detalhe o uso do U ou X ?

        Desde já agradeço!

    • Olá,

      Não tenho nenhuma documentação que explica os dois cenários juntos, mas tem uma wiki de operação triangular (3rd party selling) e uma de subontratação.

      Estão aqui: https://wiki.scn.sap.com/wiki/x/piqKGw

      Abs,

      Patricia

  • Oi Patrícia e colegas da Prysmian Solman, tudo bem?

     

    Quando em consultoria tive várias solicitações parecidas com estas.

    É possível fazer, contudo há um problema, se o fornecedor da mercadoria enviar o material direto para o fornecedor subcontratado, a nota fiscal de cobertura do movimento de envio tem que ser feita  via NF Writer.

    O movimento neste caso ficaria o 101 O tendo o fornecedor subcon na aba Endereço do PO.

    Onde tivemos à época problemas com isto? tivemos que desenvolver um Report num dos projetos para saber exatamente qual nota estava ligada a qual nota e para controle das quantidades (180 dias) e ainda houve um questionamento dá área fiscal pois o livro não trazia o link correto das movimentações. Não foi customizado o livro naquela época, mas não sei hoje como está , porém outros projetos o pessoal acabou acatando o std, fazendo o 541 após recebimento e gerando o saldo no fornecedor.

    Bem eu espero ter entendido direito a situação e espero ter contribuído.

     

    Moçatto

    PS.: Acredito até que se um OSS message for aberto com o cenário acima, cairá no caso de cenário não suportado pela LocBR.