Skip to Content

What’s New: Cloud NF-e

Olá, pessoal!

Como alguns de vocês já devem saber, nosso time está desenvolvendo a versão para a nuvem do nosso produto, o SAP Localization Hub, NF-e (SLH – NF-e). Portanto, quem não estava no Localization Summit ou SAP Forum, poderá ter alguns detalhes do que está por vir.

Este é apenas o primeiro de uma série de posts que farei até o momento em que o produto estará disponível no mercado.

Então, vamos começar com uma introdução:

 

O que é o SLH – NF-e?

O SLH – NF-e é uma solução que roda na nuvem e comunica o seu sistema, seja ele o SAP ERP ou o S/4HANA, com os servidores da SEFAZ ou prefeitura (para o caso de NFS-e), enquanto você segue realizando suas tarefas normalmente.

Veja abaixo algumas funcionalidades que estarão disponíveis no SLH – NF-e:

  • Envia seus documentos fiscais para aprovação.
  • Envia solicitações de cancelamento e carta de correção.
  • Emite seus documentos fiscais em modo de contingência (SVC).
  • Retorna resposta da SEFAZ com o status de seus documentos fiscais.
  • Armazena o XML das notas emitidas.
  • Permite que você crie configurações específicas para envio por lote.
  • Utiliza seu certificado digital para estabelecer a comunicação com o governo brasileiro e emitir seus documentos forma segura.
  • Permite que você faça download do XML dos documentos fiscais emitidos.

 

Como ocorre a comunicação?

Como vocês podem ver na imagem abaixo, o SLH – NF-e é desenvolvido no SAP Cloud Platform e é responsável por conectar seu sistema de origem, S/4HANA por exemplo, com a nuvem e, por sua vez, com a SEFAZ.

Sendo assim, de acordo com a ação que você precisa desempenhar, um dos micros serviços é chamado. Por exemplo, caso você precise enviar algum documento fiscal eletrônico para aprovação, será utilizado o micro serviço de NF-e Authorize disponibilizado via REST onde a mensagem é transferida no formato JSON. A partir daí esse micro serviço se responsabiliza pela criação do XML de seu respectivo lote, comunicação com a SEFAZ e armazenamento do XML.

Gostou desse post? Então continue acompanhando as próximas novidades.

Dúvidas? Feedbacks? Deixe um comentário abaixo e, assim que possível, retornarei.

 

Abraço,

Janaína

/
16 Comments
You must be Logged on to comment or reply to a post.
  • Oi Janaina,

    Legal o post, esse é um produto muito aguardado pelo mercado. Fiquei com algumas dúvidas, pode verificá-las?

    1- Essa solução tem alguma relação com o Edocument Framework que a SAP já desenvolveu para documentos eletrônicos em outros países?

    2- Na lista de funcionalidades não vi nada relacionado a automação de entradas, essa funcionalidade também está planejada?

    3- Os cenários de emissão/recebimento de CT-e e MDF-e também estão planejados?

    4- Tem previsão de inclusão dos processo de manifestação do destinatário também?

    5- Pelo que entendi a transferência dos dados do ERP para o SCP será feita com formato JSON, nesse caso as BAdI’s antigas de mapeamento de dados continuarão sendo usadas no ERP ou existirão novas interfaces para mapear os dados para o format JSON?

     

    att,

    Renan Correa

    • Oi Renan,

      Obrigada pelo feedback. Abaixo comentários para tuas perguntas:

      1. A solução não possui uma relação direta, mas faz parte do mesmo grupo de soluções para documentos eletrônicos.
      2. Quando tu diz entradas, imagino que se refira a parte de Incoming Automation, certo? Nesse caso, estão no roadmap de 2018.
      3. Mesma coisa, então no roadmap de 2018.
      4. Sim, também está planejado para 2018.
      5. Toda a parte de mapeamento e BAdI continua funcionando como é hoje, o ponto de comunicação do ERP com o Cloud será apenas no final do processo, no mesmo ponto onde o sistema, hoje, comunica com o GRC.

       

      Espero ter esclarecido tuas dúvidas.

      Abraço,

      Janaína

  • Olá Janaina,

     

    obrigado por compartilhar. Vi a apresentação do Localization Summit e fiquei muito interessado no produto.

     

    Como vai ser feita a interface entre o ERP e o SCP?

     

    []’s
    JN

    • Olá Jose,

      Muito obrigada pelo feedback.

      A interface entre o ERP e SCP será via REST utilizando um JSON, através de uma nota que será disponibilizada.

      Espero ter esclarecido tua dúvida.

      Abraço,

      Janaína

    • Olá Leandro,

      O GRC continuará existindo e será opção dos clientes SAP migrarem ou não para a nuvem.

      Espero ter esclarecido tua dúvida.

      Abraço,

      Janaína

  • Parabéns pelo post Janaina !

     

    Me parece que será o fim do GRC e do PI ??  Pois o SLH-NFe vai fazer a comunicação do ERP S/4 com a SEfaz e vai criar a xml. É isso mesmo ?? E quanto as entradas ? serão incluidas nesta solução ?

     

    Att;

     

    José Aguilar

    • Olá, José!

      Muito obrigada pelo feedback. Com relação as tuas perguntas, o GRC não deixará de existir, porém o clientes terão a opção de migrar ou não para a solução na nuvem. Sobre as entredas, entendo que tu esteja perguntando sobre a parte de Incoming Automation, certo? Nesse caso temos roadmap para 2018.

      Espero ter esclarecido tuas dúvidas.

      Abraço,

      Janaína

  • Ola Janaina,
    Vou pegar o gancho na pergunta do Renan pois atualmente trabalho em implementacoes de  Documentos Eletronicos para diversos paises no mundo e a pergunta que os “gringos” sempre fazem é justamente essa:

    Com a criacao do eDocument Framework, por que a SAP nao unifica os processos dentro deste novo modelo? Ao inves disso, cria solucoes especificas por pais como este caso que voce apresenta para a NFe. Por mais que faz parte do mesmo “grupo de soluçoes”, tecnicamente, nao é a mesma coisa.

    Eu sei que o Globalization Team team trabalhado no assunto, mas – ao meu ver – ainda falta a padronizacao. Pode comentar?

    Obrigado,
    Felipe Nyitray

  • Boa Tarde Janaina, gostaria de saber se essa conexão que você menciona entre o ERP on premise e o SCP são feitas usando o conector SAP Cloud Connector de vocês.

    Obrigado, Gabriel Vilar

  • Boa noite!

    Olá, Janaina.

    Depois de aplicar as notas num ambiente EHP6, consegui fazer o envio de uma NFe para Autorização, mas o retorno é um status = 97, sem uma descrição no campo XMOTIVO.

    Saberia informar onde posso ter uma lista dos status e seus significados?

  • Ola Janaina,

    Uma questao quanto a arquitetura… quando o Cloud NFe receber a autorizacao da SEFAZ, ele ira chamar a funcao J_1B_NFE_XML_IN no ECC via conexao REST/JSON?

    Obrigado,
    Felipe Nyitray