Skip to Content

Boa dia pessoal,

 

Como sabemos a SEFAZ lançou a versão 1.30 da NT 2016.002. Vejam abaixo os impactos no SAP:

  • Campo indEscala é agora opcional, entretanto segue mandatório para algumas NCM;
  • Os campos pGLP, GNn, pGNi do grupo COMB mudaram de tamanho de 1v4 para 3v4;
  • No campo “Forma de pagamento”, foi inserido a opção “15 – Boleto Bancário”.

A SAP entregará estas modificações via SAP Notes tanto no ECC quanto no SAP NFE (GRC). Neste caso, se sua empresa é afetada com estas modificações será necessário aplicar as SAP Notes.

Importante mencionar que se aplicar a SAP Note para o ECC é mandatório aplicar no SAP NFE (GRC) e vice-versa. Caso contrário terão erros.

As SAP Notes ainda estão sendo escritas, assim que forem liberadas atualizo o post.

 

Obrigado

 

Leonardo Brunetto

To report this post you need to login first.

3 Comments

You must be Logged on to comment or reply to a post.

  1. Former Member

    Olá Leonardo Brunetto !

    Estamos tendo problemas com o recebimento inbound, ainda não viramos a chave para as saídas.

    Quando digo problemas no recebimento é referente ao tópico abaixo:

    • Campo indEscala é agora opcional, entretanto segue mandatório para algumas NCM;

    No XML em questão que estamos tentando receber no GRC, o campo não existe, porém o elemento “indEscala” é esperado durante a transformação de XML para ABAP feita pela interface proxy de acordo com o mapeamento existente para a NF-e 4.00 na tabela “/XNFE/MAP_FIELD” no ambiente GRC.

    Pordocumento

    <faultText>Erro durante a transformação: Falta elem.'{http://www.portalfiscal.inf.br/nfe}in dEscala’ caminho: nfeProc(1)NFe(1)infNFe(1)det(4)prod(1)</faultText>

    Minha pergunta é, será que a nota 2535150 – Legal Change NF-e: NT 2016.002 v 1.30 do SAP NFE (GRC) resolverá este problema?

    Como ainda não implementamos a parte outbound, será que teria algum impacto aplicarmos apenas a nota do GRC/NFE e não implementarmos a do ECC? (2537989 – NF-e 4.0: NT 2016.002 v1.30)

    Desde já agradeço a colaboração de todos.

    Att.

    Mateus Parreira Guimarães.

     

     

     

     

     

    (0) 

Leave a Reply