Além das parametrizações disponíveis na solução (CIAP@TDF: Parametrizações), devido a sua flexibilidade e possibilidade de execução de cenários distintos, foram disponibilizadas algumas ferramentas para apoiar nas implementações bem como possibilitar a customizações de especificidades presentes em cada empresa.
Com isso, foram disponibilizadas BAdIs e BAPIs para auxiliar na aderência e integração de processos.
Além dessas ferramentas, foram disponibilizados também alguns webservices que são disponibilizados no add-on do TDF e possibilitam o acesso e a execução de algumas ações a partir de sistemas externos a solução.

BAdIs – Business Add In

BAdI: Record Update

    • DETERMINE_TRANSFER_TEXT – método utilizado para redeterminação dos textos adicionais que são gerados na nota fiscal de saída no processo de transferência intraestadual via transação CIAP_REPORT->Transfer The Record. Por padrão, o texto gerado é:
ICMS credit amount of the remaining balance: &ICMS_TO_CREDIT
Quantity and value of the ICMS credit installments to be credited: &QUOTAS_TO_CREDIT quota(s) and &POSSIBLE_ICMS
Number and date of original document: &DOCUMENT on &DOC_DATE
Amount of the ICMS credit of the original Nota Fiscal: &ICMS_VALUE
  • MODIFY_RECORD_CREATION – método utilizado para redeterminação de parâmetros de coletor de custo existentes na ficha no processo de criação (WBS, Ordem de Investimento, Código do imobilizado, conta do razão, diagrama de rede, vida útil). A implementação deste método é mandatória no cenário de aquisição para estoque irrestrito (categoria contábil = “branco”), visto que esses dados não estão disponíveis para determinação na ordem de compra.
  • ALLOW_ACCOUNT_ASSIGNMENT_CAT – método que possibilita a utilização de outras categorias de item que não as categorias padrão (A, P, F, N, Q, “branco”). Uma vez habilitada a categoria diferente das categorias padrão, a ficha que será criada terá o comportamento de uma ficha para componente e não de imobilizado.
  • MODIFY_START_CREDIT_LIMIT_DATE – método utilizado para determinação da data em que se inicia o crédito do ICMS da ficha. Por padrão esta data é determinada pela entrada do documento de material.
  • GET_INVALID_TAX_GROUPS – método utilizado para remover grupos de impostos de ICMS que por padrão são levados para a ficha caso haja linha destacada na nota fiscal (ICMS, ICST, ICOP, ICFR, ICFS). Por padrão, é entregue uma implementação desse método excluindo o ICMS DIFAL do estado do Espirito Santo (BADI_EX_CIAP_INVALID_TAX_GRPS).
  • GET_CREATION_TYPE – método que pode ser utilizado para determinação se a ficha será criada. A implementação deste método pode substituir a view de parametrização Determine Relevance of CIAP Record Creation (view CIAP_V_CFOP) ou a decision table Record Creation disponível no BRF+ para a determinação de criação de ficha. Ou seja, este método possibilita a implementação de critérios mais específicos dos que as parametrizações disponíveis para criação de fichas.
  • MODIFY_FIRST_ACC_PERIOD – método que permite alteração do período inicial de creditamento. O período padrão é o da entrada do documento de material. A manipulação desse campo pode ser determinada em conjunto com a manipulação da data do início do creditamento (MODIFY_START_CREDIT_LIMIT_DATE) e podem ser utilizados para determinar a extemporaneidade do creditamento das parcelas da ficha. O método é chamado apenas no momento do processo de criação da ficha.

BAdI: SPED EFD Data Definition

  • DEFINE_EFD_DATA – método utilizado para manipular os dados que são gerados para preenchimento dos registros 0300, 0305, 0500 e 0600 da EFD relativos ao CIAP. Por padrão, o campo COD_IND_BEM é preenchido com o ID da ficha e o COD_PRNC é preenchido apenas na criação de fichas de componentes (status IA) com o ID da ficha do bem principal. Este método é chamado apenas no momento da criação da ficha.

BAdI: Data Definition of FI Document Line Items

  • MODIFY_FI_DOCUMENT_ITEM – método utilizado para preencher ou redeterminar alguns campos do documento contábil FI (item e cabeçalho) gerado no processo de contabilização tanto de ficha única quanto em massa.
  • MODIFY_FI_DOC_ITEM_REVERSAL – método utilizado para preencher ou redeterminar alguns campos do documento contábil FI (item e cabeçalho) gerado no processo de reversão da contabilização em massa.

BAdI: Record Selection for Stock Transport Order

  • SELECT_RECORDS_FOR_MAT_MOV – método utilizado na redeterminação das fichas selecionadas no processo integrado de transferência. Por padrão, é entregue uma implementação exemplo onde as fichas são selecionadas utilizando o método UEPS (último que entra, primeiro que sai). As fichas selecionadas devem pertencer a empresa e ao local de negócio da nota fiscal de saída, apenas fichas relativas ao material do item da nota fiscal que tenham status IM, IA ou SU e que não estejam em transito e nem suspensas manualmente, bem como não tenham a categoria contábil igual a A – imobilizado.

BAdI: Record Selection for Material Movement

  • SELECT_RECORDS_TO_TRANSFER – método utilizado na redeterminação das fichas selecionadas no processo integrado de movimentação de material. O processo de seleção de fichas padrão é entregue em uma implementação exemplo e segue os mesmos critérios do método da BAdI BADI_CIAP_STO_REC_SEL -SELECT_RECORDS_FOR_MAT_MOV.

BAPIs – Business Application Programming Interface

  • BAPI_CIAP_RECORD_CREATE – CIAP BAPI Record Creation
    • É possível fazer a integração do processo de criação de fichas CIAP realizando a chamada desta BAPI de criação. O pré-requisito para criação da ficha permanece sendo a nota fiscal mas não é feita verificação do código do CFOP para validar ou não a criação da ficha. Na interface de criação de ficha também é necessário que seja informado se as fichas serão criadas por unidade ou por item e a categoria contábil que determinará o tipo de ficha (imobilizado ou componente). Os campos de documento de material são obsoletos e não precisam ser utilizados. É necessário também que seja preenchida na interface de entrada a tabela BAPI_CIAP_ASSET_INFO onde devem ser informados os dados do coletor de custo de acordo com a categoria do item informada, deve-se preencher o código do imobilizado ou os dados do projeto, além do centro de custo, a quantidade (é possível criar múltiplas fichas para o mesmo item contanto que o total das linhas da tabela seja igual a quantidade do item da nota fiscal informada) e a respectiva conta do razão.
  • BAPI_CIAP_RECORD_CANCEL – CIAP BAPI Record Cancel
    • As fichas criadas através da BAPI BAPI_CIAP_RECORD_CREATE podem ser canceladas através da chamada desta BAPI. A restrição para o cancelamento de uma ficha é a de que não tenha sido feita nenhuma movimentação, seja baixa da ficha por qualquer razão ou mesmo contabilização de parcela de crédito, caso uma movimentação desse tipo tenha ocorrido, não será permitido o seu cancelamento. Caso seja necessário o seu cancelamento, a movimentação deverá ser desfeita (reversão da baixa), caso a contabilização do crédito de parcelas tenha sido realizada, a ficha só poderá ser baixada através de um dos processos de baixa suportados.
  • BAPI_CIAP_RECORD_RETIREMENT – CIAP BAPI Record Retirement
    • É possível realizar a integração dos processos de baixa de ficha através desta BAPI. Uma vez definida a ficha e o tipo de baixa, a mesma seguirá o processo de baixa da mesma forma que ocorre no processo online. Os tipos de baixa e as suas respectivas dependências são as seguintes:
      • 01 – Sales: necessário informar a nota fiscal de saída
      • 02 – Police report: necessário informar uma descrição do motivo da baixa
      • 03 – Outgoing NF: necessário informar a nota fiscal de saída
      • 04 – Manual retirement: necessário informar uma descrição do motivo da baixa
      • 05 – Transfer: necessário informar a nota fiscal de saída
      • 06 – Reversal: necessário informar a nota fiscal de saída
    • Além dos pré-requisitos acima, é necessário informar o estoque, a quantidade e a unidade de medida de onde será feita a baixa.
    • A baixa por transferência através desta BAPI apenas realiza a baixa da ficha e não a baixa em conjunto com a transferência como é feito no processo online. Para isso, deve-se utilizar a BAPI BAPI_CIAP_RECORD_TRANSFER.
  • BAPI_CIAP_RECORD_CANCEL_RET – CIAP BAPI Cancel Record Retirement
    • A baixa das fichas pode ser revertida através desta BAPI. Para tanto é necessário informar o ID da ficha cuja baixa deve ser revertida e também o documento de referência para sua reversão, esta informação pode ser resgatada no campo CIAP_D_REC_ALLOC- REFERENCE_DOCUMENT_ID. Caso seja um processo de reversão que envolva uma nota fiscal (cancelamento de nota fiscal de saída por exemplo), a respectiva nota fiscal (DOCNUM) e o item devem ser informados.
    • Só é possível ser feito o cancelamento da baixa caso a contabilização desta baixa não tenha sido realizada na ficha, caso contrário, deve se reverter a contabilização antes de ser feito o cancelamento da baixa.
  • BAPI_CIAP_RECORD_TRANSFER – CIAP BAPI Record Transfer
    • O processo de transferência pode ser realizado via BAPI, onde a ficha no local de negócio de origem é baixada e no local de negócio destino é feita a criação de uma ficha nova. Como esse processo ocorre em dois passos, a mesma BAPI deve ser chamada nos dois momentos do processo. Como o processo de transferência envolve a nota fiscal, é necessário informá-la, tanto na saída como na entrada e caso não sejam informadas fichas a serem transferidas através da interface de entrada, será utilizado o processo de seleção de fichas padrão conforme descrito na chamada da BAdI Record Selection for Stock Transport Order.

Webservices

Além das interfaces disponibilizadas tanto para adicionar customizações quanto para realizar integrações, alguns webservices foram disponibilizados para auxiliar no processo de contabilização de crédito de ICMS partindo da determinação do fator de creditamento.

  • TMFCIAPCreditFactorModifySyncIn
    • Através deste webservice, é possível realizar a manutenção do fator de creditamento que pode ser mantido de forma on-line através da transação CIAP_CREDFACT. Como o fator de creditamento não é determinado automaticamente pela solução, mas sim pelo processo de apuração, caso esse processo seja feito a partir de um sistema externo, pode-se fazer a chamada deste webservice utilizando os parâmetros Empresa, Local de Negócio, Período, Total de Saídas Tributadas, Total de Saídas e o Fator de Creditamento.
    • Caso a entrada para a chave: Empresa, Local de Negócio e Período já tenha sido mantida mas a contabilização não tenha sido executada para esta chave, é possível utilizar o mesmo webservice para alterar os valores de Total de Saídas Tributadas, Total de Saídas e o Fator de Creditamento.
  • TMFCIAPCreditFactorReadSyncIn
    • Este webservice é disponibilizado para consulta do fator de creditamento, bastando para isso informar a empresa, o local de negócio e o período a ser consultado.
  • TMFCIAPAccountingSingleSyncIn
    • Com este webservice, é possível acionar a contabilização por ficha, bastando para isso, informar a ficha a ser contabilizada. O processo executado é o mesmo disponível de forma online através da transação CIAP_REPORT.
  • TMFCIAPAccountingSyncIn
    • Este webservice possibilita a chamada do processo de contabilização em passa por empresa e local de negócio. Também é possível realizar a reversão da contabilização para o período anterior. O processo executado é o mesmo que o executado através da transação online CIAP_ACCOUNTING.
To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply