Skip to Content

Atualizando o post com as datas corretas:

Por meio do Convênio ICMS nº 16/16, foi prorrogado o prazo para indicação do Código Especificador da Substituição Tributária (CEST), nos documentos fiscais, que identifica a mercadoria passível de sujeição aos regimes de substituição tributária e de antecipação do recolhimento do imposto, relativo às operações subsequentes.


O prazo inicial para a adoção desse código era 01/04/2016, porém, com a prorrogação dada pelo Convênio ICMS nº 16/16, o prazo para obrigatoriedade de indicação do CEST passou para 01/10/2016.


A CONFAZ aprovou a mudança, o que pode ser um alivio para as areas fiscais das empresas, mas ruim para quem estava correndo para se adequar e como sempre, esperam pra ultima hora pra mudar a data.

O CEST – Código Especificador da Substituição Tributaria, identifica a mercadoria passível de sujeição aos regimes de substituição tributária e de antecipação do recolhimento do imposto, relativos às operações subsequentes e deve ser informado quando:

§ 1º Nas operações com mercadorias ou bens listados nos Anexos I a XXVIII deste convênio, o contribuinte deverá mencionar o respectivo CEST no documento fiscal que acobertar a operação, independentemente de a operação, mercadoria ou bem estarem sujeitos aos regimes de substituição tributária ou de antecipação do recolhimento do imposto de acordo com o Convênio ICMS 92/15.



A atualização ainda não costa no site da CONFAZ, mas quando foratualizado, pode ser encontrado em:


https://www.confaz.fazenda.gov.br/legislacao/convenios

A publicação no D.O.U. ainda não foi feita, devendo acontecer no inicio da proxima semana.




Leandro da Pia Nascimento

To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply