Mais uma novidade no SAP Business One 9.2: Contabilização de documentos de marketing sem consolidação.

 

Até então ao fazer um documento de marketing, com mais de uma linha de itens, caso sejam utilizadas as mesmas contas contábeis entre os itens para a receita, custo ou impostos, os valores correspondentes a cada uma destas naturezas contábeis são contabilizados de forma consolidada, ou seja, dois itens com mesma conta de receita no LCM existirá apenas uma linha de receita, idem para o custo e idem para os impostos. Embora na grande maioria dos casos a consolidação da contabilização pareça algo bem interessante, em outros casos esta consolidação acaba atrapalhando a conferência da contabilização.

 

Pensando em um modo de facilitar as análises, assim como auditorias e até alguma conformidade com regras internacionais de contabilidade, foi criado um novo recurso chamado inicialmente “Lançamento de alinhamento das linhas do documento de marketing com as linhas do lançamento contábil manual”, esta função permite que o usuário defina como a contabilização de linhas de documentos de marketing acontecerá, existindo 3 opções:

1. “Sem divisão” que corresponde a forma atual de contabilização.

2. “Divisão apenas na visualização do lançamento contábil manual” esta opção permite que antes de adicionar o documento de marketing, caso o usuário clique em “Visualizar lançamento contábil” as linhas sejam apresentadas de forma desmembrada sem consolidação.

3. “Dividir” esta modalidade faz uma linha de contabilização para cada item e para cada contabilização de “Receita”, “Despesa/Custo”, “impostos” e etc…

 

Depois de introduzido, vamos ver como ficou na prática…

 

Configurando a funcionalidade

 

Em => Administração \ Inicialização do sistema \ Configurações do documento

na aba “Geral” foi criada uma opção “Dividir lançamento de documento contábil do Razão por linhas do documento”

 

Conforme destacado anteriormente, a esta opção foi disponibilizado um “combo box” com 3 opções:

1. “Sem divisão”

2. “Divisão apenas na visualização do lançamento contábil manual”

3. “Dividir”

 

01ConfigDoc.png

 

Utilizando a opção “Sem divisão”

 

Utilizando esta opção o lançamento contábil ficará como antigamente.

 

Mesmo 2 itens diferentes, conforme visto no LCM da linha 3 à 13 é uma linha para cada tipo de contabilização.

02DocMktLCM.png

 

Utilizando a opção “Divisão apenas na visualização do lançamento contábil manual”

 

Nesta opção, se clicar em visualizar o LCM antes de adicionar, a visualização aparecerá de forma desmembrada, mas ao adicionar o documento o LCM será gravado como da forma tradicional, ou seja, consolidando as naturezas similares.

 

04Visualizacao.png

 

A novidade: utilizando a opção “Dividir”

 

Para utilizar a nova opção é necessário fazer a configuração, conforme print abaixo, ao selecionar a opção “Dividir” uma mensagem informa que o “LCM” resultante poderá conter muitas linhas, desta forma é solicitado ao usuário uma confirmação.

 

05Configurando.png

 

Depois de configurar para “Dividir” as linhas, ao realizar a adição de uma nova “Nota Fiscal de Saída”, o “LCM” possuirá uma linha para cada lançamento de item do documento. Vamos ver a frente em detalhes.

 

06LCM.png

 

A seguir visualizaremos a grade do LCM de forma expandida

 

07DetalhesLCM.png

 

Para esta nova funcionalidade, na tabela JDT1 foram adicionados dois novos campos:

JDT1.[DocArr] corresponde a coluna “Fonte de lançamento”

JDT1.[DocLine] corresponde a coluna “ID interno de linha fonte”

Na “Fonte de lançamento” é apresentando a tabela base usada de origem para a linha de contabilização.

Em “ID interno de linha fonte” é apresentado o número da linha na tabela base, para o documento em questão.

Agora vamos entender como ficou o LCM parte por parte:

Nas linhas 1 e 2 do LCM nada mudou, pois são as linha referentes as parcelas da NF.

/wp-content/uploads/2015/11/08_835012.png

Nas linhas seguintes são apresentadas as partidas contábeis, provenientes dos itens/produtos lançados no documento de marketing:

Linhas de 3 a 6, contabilização do passivo de impostos incidentes sobre o 2º item lançado no documento de marketing

/wp-content/uploads/2015/11/09_835035.png

 

Linhas de 7 a 9, contabilização do passivo de impostos incidentes sobre o 1º item lançado no documento de marketing (está fora de ordem mesmo)

/wp-content/uploads/2015/11/10_835036.png

Linha 10 receita do 1º item

/wp-content/uploads/2015/11/11_835037.png

 

Linha 11 receita do 2º item

/wp-content/uploads/2015/11/12_835038.png

Linha 12 baixa de estoque do 1º item

/wp-content/uploads/2015/11/13_835039.png

Linha 13 registro do custo (CPV/CMV) do 1º item

/wp-content/uploads/2015/11/14_835043.png

Linha 14 baixa de estoque do 2º item

/wp-content/uploads/2015/11/15_835044.png

 

Linha 15 registro do custo (CPV/CMV) do 2º item

/wp-content/uploads/2015/11/16_835045.png

Linhas de 16 a 19 são as reduções de receita referentes aos impostos incidentes sobre o 2º item do documento

/wp-content/uploads/2015/11/17_835052.png

Linhas de 20 a 22 são as reduções de receita referentes aos impostos incidentes sobre o 1º item do documento

/wp-content/uploads/2015/11/18_835053.png

 

Vantagens da funcionalidade

 

Em vários projetos que realizei, não era possível fazer de maneira fácil a apropriação dos impostos (os referentes a reduções de receita) de cada linha a “Centros de custo/dimensões”, em empresas de serviços que trabalham por obra/projeto isto é muito interessante pois pela contabilidade de custos é possível apresentar uma série de resultados e visões diferentes de acordo com a dimensão. Agora com este desmembramento, as possibilidades para análises da contabilidade de custos foram ampliadas.

 

Excelente funcionalidade.

 

Espero que o texto esteja claro, caso contrário os comentários são bem vindos.

 

Caso alguém possua alguma visão adicional sobre o uso da funcionalidade, compartilhe!!!

 

Abraço aos leitores e colegas.

Rodrigo da Costa Feula
#SBOBR #B1BR

To report this post you need to login first.

5 Comments

You must be Logged on to comment or reply to a post.

  1. Rodrigo da Costa Feula Post author

    Comentário de Emanoel Verzegnassi


    Bom dia:


    Como sempre um ótimo material. Mas me permita acrescentar um questionamento do qual eu não tenho total conhecimento, mas que pode influenciar esse novo parâmetro. A contabilidade de dois dos nossos clientes tem ressaltado com frequência a existência de um mesmo lançamento ter débito e crédito para a mesma conta ser considerado um erro no ECF. Não é o caso aqui pois, tomando como exemplo a conta de COFINS, teríamos apenas débitos nela; mas será que por ter o mesmo número não será considerado um erro também?


    Abraços,


    Emanoel Verzegnassi

    (0) 
    1. Rodrigo da Costa Feula Post author

      Bom dia Emanoel, interessante o questionamento.

      Mas seria muito importante entendermos a configuração que foi realizada nas bases em que houve o questionamento.

      Se for possível, coloque um print de um código de imposto, mostrando em detalhes o atributo usado para o COFINS por exemplo.

      Aproveitando…no seu comentário você fala de débito e crédito na mesma conta, se você observar o que a nova funcionalidade implementa é o desmembramento de um lançamento, ou seja, não é lançado um único débito de COFINS e sim o desmembramento em dois ou mais débitos, mas não em fazer débito e crédito.

      A exemplo podemos mostrar o LCM usado aqui no documento mesmo, onde constam 4 linhas referentes a COFINS porém os débitos e créditos acontecem em lugares diferentes.

      Nas linhas 3 e 7 são feitos CRÉDITOS, na conta de “COFINS a Recolher”, esta conta está situada no nível 2 que representa o PASSIVO, neste caso os impostos que devem ser “PAGOS” (À PAGAR).

      Os outros dois lançamentos relacionados estão nas linhas 16 e 20, onde são à DÉBITO e correspondem as reduções da receita, lançados no nível 3 que representa a RECEITA e sendo débitos na receita estão inclusive com a sinalização ( – ) na frente da descrição apenas para sinalizar que se referem a reduções, ou seja usados para gerar o DRE por exemplo.

      Coment.png

      Aguardo os prints.

      Abraço,

      Rodrigo da Costa Feula

      (0) 
      1. Rodrigo da Costa Feula Post author

        — Nova mensagem de Emanoel Verzegnassi —


        Olá:


        Não tenho um print, mas explico: herdamos uma conta de cliente e quando começamos a trabalhar junto com uma nova contabilidade, vimos que definiram a conta de boleto com a mesma conta de cliente; assim quando se gerava o boleto o sistema faz um lançamento de débito e crédito na mesma conta. Conforme a orientação da contadora isso pode dar problema no ECF.


        Esse novo parâmetro vai gerar num mesmo lançamento mais de uma linha para a mesma conta; usei como exemplo a conta do COFINS que no seu exemplo gera duas linhas, e pode gerar mais de acordo com o número de itens que tenha a nota; é um caso diferente desse apresentado acima porque vão ser linhas do mesmo movimento (débito ou crédito), mas mesmo assim o AddOn que vai gerar o arquivo terá que considerar isso também, pois entendo que no arquivo do ECF tem apenas uma linha para cada conta / lançamento. Nada que não possa ser feito, mas é preciso alguns cuidados.


        Abraços,

        (0) 
        1. Rodrigo da Costa Feula Post author

          Olá Emanoel, agora com a sua explicação entendi.

          Acredito que o desmembramento dos lançamentos (vários débitos) não resultará em problemas para o ECF, pois o lançamento está correto, apenas não foi consolidado (pelo somatório).

          Sobre a questão relacionada ao seu cliente, já vi em outras bases este mesmo “erro”. Acredito que isto ocorra infelizmente por um desconhecimento de como funciona o sistema.

          É provável que o problema começou na determinação de conta contábil, onde há um local onde se configura as contas controle usadas no contas a receber dos parceiros de negócios.

          Conforme o print abaixo em Vendas \ Geral, no campo “Contas a receber nacionais” recomendaria que fosse informada uma conta diferente da conta informada em […] no campo “Contas a receber do boleto”. Informar contas contábeis diferentes é fundamental para evitar o problema relatado.

          Obs.: Esta configuração pode ser alterada, mas se aplicará somente para novos cadastros de PNs, os antigos se desejar terá de mudar manualmente ou por DTW.

          3Reply.png

          Agora deve ter ficado a dúvida sobre que conta configurar?

          Pois bem, é importante verificar com o contador do cliente, mas acredito que uma opção válida, seria criar uma segunda conta no mesmo nível da conta de cliente, porém com outra nomenclatura, algo como “Clientes – Boleto” (vide próximo print). Este nova conta será usara quando for gerado o boleto.

          Como irá funcionar?

          Ao adicionar o boleto o sistema fará:

          Um CRÉDITO na conta “1.01.03.01.01 – Clientes nacionais” que está configurada na opção “clientes a receber nacionais” da determinação de conta contábil

          e na contrapartida fará um DÉBITO na conta “1.01.03.01.03 – Clientes – Boleto” que está configurada na opção “Contas a receber do boleto” da determinação de conta contábil

          2Reply.png

          Um dos motivos para usar duas contas contábeis é permitir a visualização CORRETA do “saldo da conta” do PN. Assim como diretamente no plano de contas e relatórios, através de cada conta contábil será possível apurar quanto há de títulos (sem definição de meio de pagamento) e o quanto há de títulos em boleto, pois haverá um saldo em cada conta contábil.

          Além do descrito acima, no cadastro de PN na “seta” do saldo contábil é apresentado o “Saldo global” do PN, ali está a soma das duas contas, caso deseje saber quanto tem em boleto e quanto tem em títulos ainda sem definição, pode-se user a opção “Visão por conta controle”

          4Reply.png

          Clicando na opção “Visão por conta controle” será apresenta a tela conforme abaixo, onde é divido o “Saldo contábil” apresentando o valor em cada conta para este PN, ou seja, é possível saber o quanto há de títulos para o PN em cada modalidade.

          5Reply.png

          A configuração “equivocada” conforme mencionada, fará com que o saldo da tela acima, apresente valores duplicados.

          Emanoel, espero ter colaborado com o entendimento, aguardo um feedback seu. (Ah…se possível registre aqui através do botão “Reply” ou pelo “Add comment”)

          Abraços,

          Rodrigo da Costa Feula

          (0) 

Leave a Reply