Skip to Content

Para as empresas que utilizam a configuração de estoque permanente e no processo de vendas utilizam “Vendas\Entrega” com cópia para “Vendas\Nota fiscal de saída”, quando estes movimentos ocorrem em períodos financeiros/contábeis diferentes (entre a cópia da “Entrega” e “NF de saída”), as demonstrações financeiras/contábeis acabam ficando distorcidas, pois o custo fica em um período e a receita em outro.

 

Com a finalidade de evitar esta distorção entre o custo (registrado na entrega) e a receita (registrada na nota fiscal de saída), foi disponibilizada uma nova funcionalidade que utilizada uma conta “transitória”, esta funcionalidade foi chamada de “conta de mercadorias enviadas”.

 

Esta conta é utilizada no lançamento do documento de “Entrega” em vez de ocorrer o “débito” na conta de “CPV – custo de produtos vendidos”, ocorre o “débito” na “conta de mercadorias enviadas”, depois quando ocorrer a cópia da “Entrega” para a “Nota fiscal de Saída” será feita a compensação, transferindo de fato o saldo “devedor” da conta transitória para a conta de “CPV”.

 

02Contabilizacao.png

 

Existem alguns passos e configurações para esta funcionalidade entrar em operação, então vamos verificar o passo a passo:

 

1. Fazendo a determinação de conta contábil

 

Na aba estoque da “Determinação de conta contábil” foi criada uma nova “lacuna” para informar uma conta contábil, esta opção foi chamada de “Conta de mercadorias enviadas”. Esta “lacuna” está disponível nos outros locais de configuração como depósito, grupo de itens e cadastro do item, quando não é utilizada a determinação avançada de conta contábil.

 

01DeterminacaoContaContabil.png

 

Neste cenário exemplo, por opção decidi criar a “conta de mercadorias enviadas” no mesmo grupo das contas de estoque no ativo, assim enquanto não ocorrer o “faturamento” que é a emissão da NF de Saída o valor contábil continua no ativo e não nas contas de custo.

 

03PlanoContas.png

 

2. Ativando o uso da “Conta de mercadorias enviadas” documento a documento

 

Nos documentos de marketing do módulo de vendas, na aba “Contabilidade” foi criado um novo “checkbox” chamado “Utilizar conta de mercadorias enviadas”, o que irá determinar o uso da respectiva conta em substituição da conta de “CPV” é o fato desta “flag” estar “marcada/ativada”, ou seja, marcando o campo então será usado a conta de mercadorias enviadas, desmarcando este campo será usado a conta de CPV.

 

É importante destacar que esta opção só pode ser ativada pelos documentos “Cotação de vendas”, “Pedido de Vendas” ou “Entrega”. Nos demais documentos ela será marcada de forma automática quando da cópia de um documento que possui a marcação ativada e no documento “Dev. de NF de Saída” não existe este campo (por questões lógicas).

04Campo.png

 

Observando a existência deste campo, os usuários e consultores podem estar se perguntando:

“- Será necessário marcar este campo em todos os documentos? Mesmo a empresa optando por utilizar sempre a conta de mercadorias enviadas?”

A resposta para pergunta é NÃO, pois existe configuração para este campo vir marcado sempre, então vamos ver como funciona esta configuração.

 

3. Configurando a empresa para trabalhar automaticamente com a “Conta de mercadorias enviadas”

 

Em ” => Administração \ Inicialização do sistema \ Configurações gerais ” na “PN” (primeira aba), foi criado um “checkbox” com a descrição “Utilizar conta de mercadorias enviadas para cliente”, marcando aqui esta opção quando for cadastrado um novo cliente, na aba “contabilidade” do cadastro de “PN” será ativado automaticamente o campo de mesmo propósito.

 

É importante destacar que para clientes já existentes na base (bases atualizadas de versões anteriores), mesmo marcando nas “Configurações gerais” o campo ficará desmarcado por padrão no cadastro do PN, com isto será necessário editar cadastro a cadastro de PN e marcar manualmente a opção ou fazer um DTW.

 

04ConfigGerais.png

 

4. Cadastro de parceiros de negócios

 

Nos cadastros “antigos” de parceiros de negócios, na aba “Contabilidade” o campo estará desmarcado.

 

Neste caso você pode “marcar” o campo e atualizar o cadastro.

 

06CadastroPNAntigo.png

 

Ao realizar um novo cadastro de PN, se foi ativada a opção em “configurações gerais” então ao iniciar o cadastro, na aba “contabilidade” o campo “Utilizar conta de mercadoria enviada” estará por padrão selecionado.

 

05CadastroNovoPN.png

 

5. Aplicação prática

 

Ao carregar o “PN” em um documento de vendas como o “Pedido de vendas”, estando no cadastro a opção “ativada”, na aba “contabilidade” do documento o campo “Utilizar conta de mercadoria enviada” será marcado automaticamente, desejando o usuário pode desmarcá-lo.

 

07PedidoVenda.png

 

Ao copiar um “Pedido de vendas” para a “Entrega”, se no pedido a opção estava ativada, automaticamente será ativado na entrega, caso não esteja ativado o usuário poderá ativar manualmente.

 

08CopiaPVEntrega.png

 

Após adicionar o documento de “Entrega” será possível visualizar a contabilização realizada, neste caso:

 

O débito foi contabilizado na “conta de mercadorias enviadas”, o crédito aconteceu normalmente na conta de estoque definida para o processo.

 

Importante destacar que com esta “Entrega” realizada não houve a contabilização do custo, esta contabilização de custo acontecerá na “NF de Saída”, então independente do período contábil que ocorra a “NF de saída”, mesmo que num período diferente, não ocorreram problemas de distorções entre o “custo” e a “receita”, pois esta contabilização de “custo x receita” acontecerá na próxima etapa do processo.

09LCMEntrega.png

 

Copiando a “Entrega” para a “Nota Fiscal de Saída”

 

10EntregaParaNF.png

 

Por fim, vamos então entender como ficou o lançamento contábil da “NF de saída”:

 

Linhas 1 e 2, nestas linhas aconteceram os débitos no ativo, nas “contas controle” do PN, com isto foi gerado o “Contas a receber”.

Nas linhas 3, 4 e 5, foram gerados os créditos no passivo, ou seja, foram contabilizados os “impostos à pagar”, neste exemplo ICMS, PIS e COFINS.

Na linha 6 foi contabilizada a Receita de Vendas com um lançamento à credito.

Nas linhas 7, 8 e 9, foram contabilizadas as “reduções” da receita, ou seja, os respectivos impostos incidentes sobre a operação.

 

Por fim nas linhas 10 e 11 então observaremos a novidade:

 

Especificamente na linha 10, acontece o crédito na “conta de mercadorias enviadas”, com isto a conta “transitória” tem seu saldo “zerado”, lembrando que na “Entrega” ocorreu um “débito” nesta conta e agora na “NF de saída” ela recebe um “crédito”, que tem por finalidade zerar a conta e transferir o saldo para o “CPV/CMV”.

 

Na linha 11 então é possível visualizar o “débito” na conta de CPV/CMV, o valor é igual ao valor da linha10, pois seria a compensação deste débito transferindo da conta do ativo para a conta de custos.

 

11Contabilizacao.png

 

Espero que tenha colaborado com todos no entendimento desta funcionalidade.

 

Apenas para lembrar a finalidade é contabilizar os “custos” e “receitas” no mesmo lançamento (mesmo momento e período contábil), evitando distorção na DRE quando a “Entrega” ocorre em período contábil diferente do período contábil da “NF de Saída”.

 

Achei fantástica a funcionalidade, evita problemas para a contabilidade e facilita o controle e análise das contabilizações.

 

Não deixe de registrar o seu feedback, vamos trocar ideias e caso tenham dúvidas tentarei ajudar.

 

Abraço a todos.

 

Rodrigo da Costa Feula
#SBOBR #B1BR

 

 

 

 

 

To report this post you need to login first.

1 Comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply