Skip to Content

No dia 05 de novembro de 2015 se realizou o SCN Meetup Novo Hamburgo 2015, onde eu tive o prazer de ser um dos palestrantes.

O evento focou no tema Manutenção, Gestão de Ativos e Internet das Coisas (IoT) eu apresentei um cenário de integração entre os módulos de PP e PM, onde as ordens de manutenção alocam capacidade em um centro de trabalho produtivo.

Este blog descreve o cenário apresentado e detalhes de como implementar.

1 – Centro de trabalho

Para começar, precisamos de um centro de trabalho de produção onde realizaremos o planejamento de capacidades. Para quem não está familiarizado com este conceito, o documento CRP Basic Settings Part 1 – Work Center explica em detalhes como criar um centro de trabalho como todas as configurações necessárias para o planejamento de capacidades.

2- Equipamento

Criado o nosso centro de trabalho de produção, precisamos criar um equipamento de PM, que será o equipamento onde a manutenção será realizada.

O equipamento de PM é criado na transação IE02 e um detalhe importante é preencher o campo “centro de trabalho”, para que ambos fiquem ligados. Essa ligação é importante posteriormente, pois quando criamos a Nota de PM ou a Ordem de PM com referência ao equipamento, o centro de trabalho já é automaticamente preenchido.

/wp-content/uploads/2015/11/equipamento_826704.png

3 – Nota de PM

A criação da Nota de PM é feita na transação IW21 e é um passo opcional. A Nota é bastante utilizada no dia-a-dia para reportar avarias e, no momento que se coloca o equipamento onde a avaria aconteceu, o centro de trabalho é automaticamente preenchido quando ele foi previamente referenciado no equipamento. É importante ressaltar que este não é o centro de trabalho de manutenção, que irá executar as tarefas, mas sim o centro de trabalho de produção, onde aconteceu a avaria. Este campo fica na aba Localização (localization data) da ordem de manutenção e não substitui o centro de trabalho de manutenção.

nota PM.png

4 – Ordem de PM

A Nota de PM pode ser convertida em uma ordem, quando a manutenção precisa ser programada e precisam ser calculados custos e o consumo de peças é necessário.

Ordem PM.png

Novamente, o campo centro de trabalho é automaticamente preenchido na Ordem de Manutenção.

Nos detalhes da operação da ordem de manutenção, existe um campo chamado condições da Instalação (system condition), onde podemos determinar se o centro de trabalho que receberá manutenção poderá continuar em funcionamento ou se será necessária uma parada para a execução da manutenção. É com base no valor deste campo que o sistema determina se a ordem vai alocar capacidade no centro de trabalho de produção ou não.

Ordem PM - OP1.png

Na aba datas da operação, definimos o início e o fim da execução. Neste exemplo, o começo é no dia 15.11 e o final no dia 19.11.

Ordem PM - OP2.png


5 – Planejamento de capacidade de produção

Finalmente, quando vamos realizar o planejamento de capacidades da ordem de produção na transação CM21, percebemos que, do dia 15.11 ao dia 19.11, a capacidade está bloqueada (no detalhe em preto). Ou seja, o planejador de produção não vai poder alocar nenhuma ordem de produção no centro de trabalho neste dia.

/wp-content/uploads/2015/11/capacidade_826754.png

Desta maneira, sistema pode ser utilizado para executar o planejamento da manutenção forma coordenada com o planejamento de produção.

To report this post you need to login first.

5 Comments

You must be Logged on to comment or reply to a post.

  1. Flavio Molina

    Muito bom Caetano Almeida , este tipo de informação é extremamente útil para o planejador de produção, pelo que eu verifiquei a capacidade é bloqueada somente no momento da criação da Ordem de Manutenção, ou seja em casos onde a Ordem de Manutenção é criada no curto prazo, o planejador de produção pode não ter tempo de reação suficiente.

    Muito obrigado por compartilhar conosco.

    Att.

    Flavio Molina

    (0) 
    1. Caetano Almeida Post author

      Oi Flavio

      Primeiramente, desculpa pela demora em responder teu comentário.

      Realmente, o grande problema das empresas (principalmente no Brasil) é que o planejamento ocorre sempre em um prazo muito curto. No entanto, esse cenário funciona muito bem para manutenção preventiva, onde temos um plano de manutenção e as ordens podem ser geradas com bastante antecedência.

      Abraço
      Caetano

      (0) 
  2. Ricardo Andre Barg

    Olá Caetano, tudo bem?

    Primeiro gostaria de agradecer pelo post, muito bem explicado.

    Uma pergunta: Seria possível visualizar as ordens PM juntamente ordens PP pela transação CM07 ao invés da CM21?

    Att,

    Ricardo Barg

    (0) 
    1. Caetano Almeida Post author

      Oi Ricardo

      A ordem de PM esta alocando capacidade no centro de trabalho de PP ou é uma manutenção, conforme o processo descrito acima? Nunca testei a ordem de PM alocando capacidade, mas imagino que seja possível, desde que o profile esteja configurado para selecionar ambas as ordens.

       

      Sds,

      Caetano

      (0) 
  3. Ricardo Andre Barg

    Olá Caetano!

    Em alguns teste que executei, eu adicionei nas operações da ordem de manutenção um centro de trabalho PP.

    Verifiquei o profile e não existe a restrição alguma de tipo de ordem. Porém, para este centro de trabalho não é exibido as ordens PM.

    Obs.: Se eu informar, neste mesmo profile, uma centro de trabalho PM, ele exibe as ordens PM com sucesso – Parece que existe uma restrição em “misturar” os dois tipos de ordens na CM07.

     

     

    (0) 

Leave a Reply