Skip to Content

Conflitos em Projetos SAP.(Conflito) Uma palavra amarga que tentamos evitar.

Pessoal hoje iremos falar sobre Conflitos em Projetos SAP, sim eles acontecem e muito e ocorrem em diversas situações durante o ciclo de vida do projeto, todos os membros de sua equipe e  KeyUsers participantes do projeto passam pela experiência de várias emoções, no tempo de vida do projeto como alegria, tristeza, ciúme, raiva, frustração e estresse, medo e como Gerente de Projetos temos que identificar quando e como estas emoções ajudam ou atrapalham dentro dos projetos SAP lembrando sempre que a natureza humana, neste sentido, é múltipla e imprevisível.

Nosso trabalho de gerenciamento de projetos já nos mantém ocupados o suficiente sem a necessidade de cuidar dos vários tipos de conflitos que podem surgir em nossos projetos. Conflitos entre os membros da equipe. Conflitos entre a nossa organização e um fornecedor. Conflitos entre a nossa organização e nosso cliente.

A realidade, é claro, é que nos deparamos com conflitos em quase todos os projetos que gerenciamos e não podemos ignorar isso.

Cada membro da equipe possui suas próprias características e habilidades.

Além disso, projetos envolvem escopo, objetivos e prazo para execução e entregas. Isto por si só pode ser um fator que gera conflitos de interesses dentro do projeto como um todo.  Muitos conflitos podem ser reduzidos ou eliminados pela constante comunicação dos objetivos a serem alcançados dentro do projeto para os membros de sua equipe de projeto e participantes diretos e indiretos.

Alguns dos conflitos mais comuns do qual já pude observar dentro dos projetos SAP:

  • Conflitos sobre disponibilidade de recursos; Comum dentro dos clientes, temos que lembrar que o projeto e mais uma atividade para o KeyUser e podemos ter nossos funcionais atuando dentro de mais projetos.
  • Conflitos sobre as prioridades do projeto;Todas as áreas querem alguma coisa e rápido e por este motivo tudo e prioritário.
  • Conflito sobre cronogramas;Os prazos nem sempre estão de acordo com as expectativas do cliente ou o mesmo não aceita o ASAP para controle do cronograma devido a aprendizados de técnicas divergentes de gestão de projetos.
  • Conflitos de personalidade; Sim temos isso também além de Gerente de Projetos somos psicólogos afinal temos perfis e egos diferentes que devem ser identificados e tratados no decorrer do projeto, e demonstrado que temos um objetivo em comum muito maior que nossas personalidades individuais.
  • Conflito sobre procedimentos e metodologias;este e terrível e temos que nos adaptar com as governanças impostas pelos clientes, metodologias de aspirantes a gerente de projetos dentro do clientes, e muitas vezes procedimentos específicos impostos pelo TI dos clientes ou suas matrizes mesmo não sendo compatíveis com a realidade atual.
  • Conflito sobre custos;Administração de custos dentro do projeto tem que ser partilhado com o cliente a todo momento demonstrando o ganho recorrente no projeto a fim de amenizar este aumento financeiro no projeto, sempre demonstrando o ganho no projeto com este investimento adicional.
  • Conflito sobre opiniões e desempenho técnico;Tratar opiniões sobre desempenho dentro da equipe participante em um projeto é e sempre será um tema delicado, devido a egos envolvidos e temos sempre que lembrar este monitoramento tem que ser feito com base nos entregáveis e não sobre opiniões da equipe.

Estudos mostram que a causa principal de conflitos em projetos está relacionada aos prazos estabelecidos. Em segundo lugar vem a questão da definição de prioridades, seguida de assuntos relacionados à mão-de-obra, questões técnicas, administração, choque de personalidades e finalmente os conflitos são originados por questões referentes a custos nos projetos SAP.

     Gerentes de projetos devem estar atentos para gerir conflitos, pois os projetos visam implantar mudanças em processos dentro do cliente e essas mudanças geram conflitos. Por outro lado, é interessante notar que para que uma determinada situação seja considerada um conflito, ela deverá ser prejudicial ao projeto e para equipe. Caso contrário será apenas uma divergência, situação também comum em projetos.

(É papel do gerente de projeto identificar quando uma pessoa de sua equipe está com problemas que possam vir a afetar suas entregas e produtividade e a de sua equipe e com isso adiar ou atrapalhar o GoLive.)

E possível Gerenciar conflitos no decorrer de um Projeto SAP?

     E comum Gerentes de projeto, que lidaram com problemas na etapa de planejamento, fechamento de escopo e apresentação de equipe ficarem suscetíveis a enfrentarem conflitos durante a execução do projeto. Por isso, entender e gerenciar conflitos é uma das habilidades que nos Gerente de Projetos SAP precisamos desenvolver nas organizações.

     A competência de saber como transformar um conflito em uma solução é fundamental para a produtividade das equipes. Para tanto, é necessário trabalhar com a motivação do pessoal, certificar-se de que todos os processos de comunicação estão fluindo sem ruídos e tomar as medidas corretivas necessárias demonstrando sempre o objetivo do projeto e andamento do mesmo para todos os envolvidos.

     Os problemas podem ocorrer durante todo o ciclo de vida de um projeto. No entanto, trazem mais benefícios às organizações quando acontecem nos estágios iniciais do projeto.


      Nós temos que estimular o surgimento de conflitos no início do projeto na fase 1-Planejamento, com o objetivo de nivelar o conhecimento da equipe sobre o assunto e prevenir impactos com problemas futuros. Os conflitos durante a fase 2-Realização, 3-BBP, 4-Preparação Final  e 5-GoLive, por sua vez, já não são desejáveis e podem indicar que o projeto não está bem gerenciado.

     As técnicas de solução de conflitos vão depender basicamente de suas habilidades pessoais e a escolha da técnica mais adequada depende tanto do estilo de liderança, quanto da natureza e complexidade do conflito em si foram identificadas algumas delas a seguir:

  • Retirada ou Evitar o Conflito:busca-se uma saída da área de conflito a fim de evitar a mesma. Isto às vezes pode funcionar aonde uma parte se remove completamente do conflito.


  • Alianças em projetos:evita-se áreas de diferenças e do contra e busca-se as áreas de convergência com a mesma ideologia.


  • Confronto:o conflito é solucionado através da resolução do problema entre as partes conflitantes seguem na discussão e tentam descobrir uma solução global para o problema, que atenda a todos. Isto pode demorar um pouco e atrasar o projeto.
  • Compromisso:demonstração da busca de soluções que trazem algum grau de satisfação para as partes demonstrando o objetivo final a ser alcançado, as partes em conflito chegar a algum tipo de acordo – cada um cede e ganha um pouco.
  • Força: opção que dá ênfase a um ponto de vista imposto, como alternativa podem gerar acordos insensatos e colocam em risco o relacionamento entre os envolvidos. Poder e influência são usados para forçar uma solução. Nem sempre uma ótima maneira de construir relacionamentos, mas no final, se gerenciado corretamente, ambas as partes, provavelmente, enxergarão o benefício de pelo menos seguir em frente. Por esta razão é preferível optar-se por negociações por princípios, onde se separam as pessoas dos problemas, concentra-se nos interesses e objetivos do projeto.
  • Suavização.O processo de suavização se foca sobre os aspectos positivos para permitir algum tipo de acordo ou resolução. Evite focar os aspectos negativos ou prejuízos para qualquer uma das partes em conflito.

     Um gerente de projeto que diz que eles nunca têm de lidar com o conflito em seus projetos simplesmente não está prestando atenção em seu projeto e sua equipe ou simplesmente não se envolve para o que está acontecendo.

     O gerente de projeto deve estar sempre trabalhando de forma proativa com todos os funcionários para evitar possíveis conflitos que possam surgir. No caso de um conflito, o gerente de projeto deve estar ciente de que a conversa só pode resolver até certo ponto. Para situações onde o conflito não pode ser resolvido por meio de negociações ou de arbitragem, recomenda-se que os indivíduos identificados sejam separados ou até removidos do projeto a fim de evitarmos possíveis atrasos ou desconforto ao cliente.

     Ninguém gosta de conflitos. Mas sempre teremos membros ou cliente que até gostam, mas é melhor que elas não estejam em posições de autoridade com muita frequência. Em geral, os bons líderes procuram as melhores maneiras de evitar – ou pelo menos mitigar – o conflito. Mas é inevitável que surjam conflitos.


O conflito vai acontecer, e os conflitos devem ser tratados, bom projetos a todos.

                         Best Regard’s


Gilberto Disessa Jr

To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply