Skip to Content

Depois de você ter criado os cenários descritos nos documentos…

Implementando TDF – Determinar Tax Code no Pedido de Compra – Tipo de condição NAVS

Implementando TDF – Determinar Tax Code no Pedido de Compra usando o BRF+ – PARTE 1

Você deve estar se perguntando… Qual a vantagem ou desvantagem entre um e outro?

Na verdade você pode usar ambos conjuntamente! O sistema ira definir o tax code conforme a seguinte sequência:

– Registro Info

– Condição NAVS

– BRF+ (ME_PROCESS_PO_CUST método PROCESS_ITEM)


* caso tenha implementado os três cenários em paralelo você deve colocar uma tratativa seja na BAdI ou no BRF+ para não modificar o IVA caso o mesmo já esteja determinado seja pelo registro info ou pelo tipo de condição NAVS; ou mesmo redeterminar caso não tenha encontrado uma regra no BRF+.

Condição NAVS

Vantagem

A principal vantagem em usar o tipo de condição NAVS está na rastreabilidade. Como esta usa a técnica de condições é fácil rastrear a determinação do IVA através da análise de determinação da pricing, a qual muitos já estão familiarizados.

Screen Shot 2014-12-26 at 6.39.40 PM.png

Screen Shot 2014-12-26 at 6.39.23 PM.png

Desvantagem

A principal desvantagem em usar o tipo de condição NAVS está na configuração das regras (criação das tabelas e determinação da sequencia de acesso), bem como da manutenção dos registros de condição que na grande maioria dos casos deve ser feita registro por registro.

BRF+

Vantagem

A principal vantagem está na criação das regras de determinação bem como na manutenção das mesmas já que as regras podem ser exportadas e importadas, bem como as tabelas de decisão que podem ser exportadas para o excel (exemplo abaixo).

Screen Shot 2014-12-26 at 7.10.33 PM.png

Screen Shot 2014-12-26 at 7.11.31 PM.png

Outra grande vantagem é que você pode usar o BRF+ para fazer outras validações ou mesmo determinar valores para outros campos no pedido de compra!

Desvantagem

A desvantagem em usar o BRF+ está na rastreabilidade! Na melhor das hipóteses você pode simular os resultados, do contrário você terá que debugar a chamada para função (debug externo).

Importante:

É bom lembrar que com o TDF, você tem maior governança sobre a determinação do tax code.

Com a ativação da função de negócio LOG_TMF_INT_1, dois novos campos são apresentados na aba Fatura do pedido de compra para governança e controle sobre as alterações no tax code determinado automaticamente. São eles:

  • TC Auto Det.: tax code determinado automaticamente.
  • Man. TC Reason: razão para modificação manual do tax code. Neste caso o tax code somente poderá ser alterado quando um razão for informada.

Picture1.jpg   

     * Alguns exemplos de motivos para alteração manual do tax code.   

     – Cenário Novo    

     – Cenário é uma exceção    

     – Cenário configurado incorretamente


Além destes, três novos campos foram disponibilizados para auxiliar na determinação do tax code. São eles:

  • Tax Subj. (ST): informa se o cenário é sujeito a “Substituição Tributária” (ST), baseado nas configurações.
  • Tax Incentive Type: informa se o cenário é sujeito a qualquer incentivo fiscal (ex. REIDI).
  • Incentive ID: complementa o incentivo fiscal com o número do projeto de incentivo fiscal (pode conter o número da Portaria, número ADE, etc.)


Abraço

Eduardo Chagas

To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply