Skip to Content

Introdução

                Este Blog demonstra as configurações necessárias para utilizar o novo Sistema Virtual de Contingência (SVC), publicado pela SEFAZ na Nota Técnica 2013.007 e explicado pela Karen Rodrigues em Nota Técnica 2013/007 – SEFAZ Virtual de Contingência.

                Importante: não estão demonstradas as configurações relativas à NF-e 3.10.

Pré-Requisitos

SAP GRC NF-e 10.0:

SAP ECC:

É importante verificar os Pré-Requisitos de cada uma destas SAP Notes em cada ambiente, conforme versão, Enhancement Package e Support Package.

SAP ECC: Customizing

                Na opção “Componentes válidos para várias aplicações” -> “Funções gerais de aplicação” -> “Nota fiscal” -> “Locais de negócio CNPJ” -> “Definir locais de negócio”, para cada Empresa/Local de Negócio emissor de NF-e, deve-se marcar a opção “Verificar Servidor Automaticamente”:

/wp-content/uploads/2014/03/1_446427.jpg

/wp-content/uploads/2014/03/2_446428.jpg

SAP GRC NF-e: Customizing

                Na opção “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e definir consulta para status de serviço das autoridades (SEFAZ)”, deve-se mencionar qual a SVC responsável por cada SEFAZ:

/wp-content/uploads/2014/03/img1_413372.jpg

Atenção: Não confundir com a opção “NF-e 2.00: definir consulta para status de serviço das autoridades (SEFAZ)”.

/wp-content/uploads/2014/03/img2_413373.jpg

Deve-se considerar o seguintes códigos para o “Sistema SVC”:

43 – SVC Rio Grande do Sul

91 – SVC Ambiente Nacional

SC – SCAN

  – UF que utilizam a SVC-AN – Sefaz Virtual de Contingência Ambiente Nacional:  AC, AL, AP, DF, ES, MG, PB, RJ, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

AM, BA, CE, ES, GO, MA, MS, MT, PA, PE, PI, PR, RN

Perceba que é possível continuar utilizando o SCAN em paralelo com o SVC.

Na opção “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e: atualizar versão dos tipos de mensagem”, deve-se configurar a versão desejada para cada tipo de mensagem:

/wp-content/uploads/2014/03/img3_413374.jpg

  • Sistema Lógico: obrigatório por conta do SP16;
  • CNPJ, deve-se cadastrar caso você utilize os layouts 2.00 e 3.10 em paralelo em um mesmo ambiente. Caso utilize apenas o 2.00 ou apenas o 3.10, não é necessário preencher o CNPJ;
  • Tipo Documento: utilizar “NFE”;
  • Tipo de Mensagem: para cada versão (2.00 ou 3.10), criar um registro com “NFE”;
  • Versão: preencher com a versão desejada, 2.00 ou 3.10.

/wp-content/uploads/2014/03/img4_413375.jpg

Atenção: o MatchCode do campo “Sistema Lógico” não está funcionando, digitar manualmente.

Integration Builder (Configuration)

                Recomenda-se criar um Party para cada SVC, assim como se fosse uma nova SEFAZ:

/wp-content/uploads/2014/03/img5_413376.jpg

                Os Services e Channels podem ser criados conforme os já existentes em seu ambiente, com exceção no Channel para Inutilização (SKIPR), pois o SVC não contempla este WebService.

                O SOAP Action deve ser o mesmo dos Channel que você já utiliza, devendo ser observado apenas se você utilizará os SOAP Action da versão 2.00 ou da versão 3.10.

                Os endereços dos WebServices são:

Homologação (Portal da Nota Fiscal Eletrônica)

/wp-content/uploads/2014/03/img6_413377.jpg

Produção ( Portal da Nota Fiscal Eletrônica)

/wp-content/uploads/2014/03/img7_413381.jpg

                Após a criação e configuração dos Channels, será necessário alterar os Integrations Scenarios para a adição dos SVC criados. Devem ser reconfigurados:

  • BATCH;
  • BATSR;
  • EVENT;
  • EVENT_CANCR (apenas para v2.00);
  • NFESC;
  • SRVSC.

Lembrando mais uma vez que não é necessário o SKIPR.

/wp-content/uploads/2014/03/img8_413382.jpg

/wp-content/uploads/2014/03/img9_413383.jpg

Deve ser alterado o Receiver Determination, contemplando os novos valores para o campo “tpEmis”:

  • 6 – SVC-AN
  • 7 – SVC-RS

Exemplo: SEFAZ SP Homologação:

/wp-content/uploads/2014/03/img13_413391.jpg

Exemplo: SVC-AN Homologação:

/wp-content/uploads/2014/03/img14_413392.jpg

Exemplo: SVC-RS Homologação:

/wp-content/uploads/2014/03/img15_413405.jpg

Outra opção é utilizar o Extended Receiver Determination (Enhanced Receiver Determination in SAP XI), evitando assim a configuração de diversas “Conditions” para cada SEFAZ. Este exemplo fica para outro Blog.

JOBs

                O JOB atual de verificação de Status da SEFAZ deve ser substituído. Encontre na SM37 o JOB relativo ao Programa “/XNFE/CHECK_SRV_STATUS” e retire todos os agendamentos.

                Em seguida agende um JOB com as mesmas configurações (Parâmetros de Entrada, Periodicidade e etc.) do novo Programa:

/XNFE/NFE_CHECK_SRV_STATUS”.

Abraços a todos e boa sorte.

Pedro Baroni



Referências:

– Liberação do SP16 – Layout NF-e 3.10 e SVC

– Nota Técnica 2013/007 – SEFAZ Virtual de Contingência

– Nota Técnica 2013.007 – SVC – v1.02

– 1973306 – Switch to new Service Status Handling (including SVC) for NF-e 2.0

To report this post you need to login first.

90 Comments

You must be Logged on to comment or reply to a post.

  1. Karen Rodrigues

    Oi Pedro!

    Parabéns pelo documento e valeu por mencionar meu blog também! 🙂

    Continue compartilhando seu conhecimento conosco.

    Abraços!!!

    Karen Rodrigues

    (0) 
  2. Wilian Oliveira

    Obrigado pela ajuda Baroni. Fiz todos os passos conforme descrito por você. Só não tive êxito por enquanto na consulta de status de serviço. Pelo que verifiquei via debug, é necessário também configurar sistemas das autoridades conectados (NF-e), correto?

    (0) 
    1. Ricardo Viana

      Willian,

      Estou com mesmo problema aqui, terminei hoje a configuração fui testar via /xnfe/check_srv_status_manual, ele consultava o SCAN 2.0 e não a contingência 2.0.

      A priore pelo que conversei com Baroni, já tem um chamado na SAP, então vou esperar a resposta do chamado dele para abrir um.

      Abras

      (0) 
    2. Pedro Baroni Post author

      Sim, precisa.

      Como a configuração do “NF-e: atualizar sistemas das autoridades conectados” não é específica do SVC, não mencionei a mesma nesse Blog, pois se trata de uma configuração do SP16 do SAP GRC NF-e.

      Mas entendo que deve ser cadastrado o Sistema Lógico, o CNPJ emissor, o Código da UF do CNPJ, e o Ambiente (HOM ou PROD).

      Att.,

      Pedro Baroni

      (0) 
      1. Wilian Oliveira

        Configurei sistemas das autoridades conectados e agora a nova consulta de status executou ok. Em paralelo, apliquei a nota 2001430 do SP 17.

        Obrigado.

        (0) 
        1. Ricardo Viana

          Willian,

          Voce consultou com report manual ou via job ?

          Voce já reparou a mensagem interna no log da sxi_monitor se a versão consultada mesmo para o endereço da versão 2.0 está 3.10 ?

          Att,

          (0) 
          1. Wilian Oliveira

            Ricardo, consultei das duas formas, manual e via job. Na consulta via job, o programa /XNFE/NFE_CHECK_SRV_STATUS está respeitando a configuração da versão do tipo de mensagem, que no meu caso é 2.00. A versão consultada foi somente a 2.00

            Na consulta manual, o programa /XNFE/NFE_CHECK_SRV_STATUS_MAN, independente da configuração do tipo de mensagem, consulta tanto para a versão 2.00 quanto para a versão 3.10.

            Att.

            (0) 
  3. Everton Rodrigues

    Barori, boa tarde!
    Estou tentando configurar o Sist SVC com 43 e 91. e no campo aparece em branco… procuro tambem uma forma de configuração e nao consigo. Voce configurou estes valores?

    Muito Obrigado!

    (0) 
    1. Adriano Campolina

      Pedro e Everton, bom dia.

      Estou com o mesmo problema, o domínio /XNFE/RESPCONT existe e tem o intervalo como dito, mas, o campo aparece em branco.

      Ainda não encontrei nada a respeito desse problema, se tiverem alguma dica, por favor, postem aqui.

      Obrigado.

      Att

      Adriano Campolina

      (0) 
      1. Pedro Baroni Post author

        Oi pessoal, tudo bem?

        Sugiro abrir uma thread e/ou um Chamado na SAP sobre este problema.

        Seria interessante também enviar um print.

        Abs.,

        Pedro Baroni

        (0) 
  4. Wilian Oliveira

    Boa tarde. Atualizamos o SP 16 e as notas 1939537, 1973306, 1979814, 1979718, 1993887, 1994017, 1999541, 2001430. Desativamos o antigo job de consulta de status e escalonamos um novo para o programa /XNFE/NFE_CHECK_SRV_STATUS. Após atualizações, a consulta de status de serviço no monitor GRC parou de ser atualizada. Teria algo mais pra configurar, além do que é citado na nota 1973306?

    Att.

    Wilian Oliveira

    (0) 
  5. Alan Oliveira

    Olá pessoal,

    No meu caso vou ter os dois Layouts em paralelo no mesmo ambiente, na configuração Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e: atualizar versão dos tipos de mensagem, tenho que cadastrar meus CNPJ para as duas versões ou apenas para 3.10, pois tentei cadastrar para as duas mas como o campo “Versão” não faz parte da chave dá um erro de duplicidade de chave.

    (0) 
    1. Adriano Campolina

      Alan, bom dia.

      Acredito que não seja possível usar as versões 3.10 e 2.00 ao mesmo tempo para o mesmo CNPJ.

      Aqui, eu cadastrei cada CNPJ, já que alguns vão utilizar a 3.10 um pouco antes de outros.

      Att

      Adriano Campolina

      (0) 
      1. Alan Oliveira

        Adriano,

        Obrigado. Neste caso vou ter que verificar com o cliente quais dos CNPJ irão emitir para 3.10 e quais irão emitir para 2.00 até que a 3.10 seja obrigatória?

        (0) 
  6. Wilson Santos

           Pedro, parabéns pela excelente documentação, mesmo sendo novato com NFe, consegui configurar tudo aqui, e as conexões estão funcionando, porém, estou com uma dúvida que provavelmente é muito simples: como faço para emitir para o SVC ? Com essas atualizações o SAP/NFe deveria direcionar as emissões automaticamente para o SVC se o ambiente oficial estiver fora, ou eu preciso acionar alguma configuração no monitor j1bnfe no SAP para isso ?

           Obrigado,

           Wilson

    (0) 
    1. Pedro Baroni Post author

      Olá Wilson, obrigado.

      Para testar você precisa forçar um erro no SAP GRC no Channel SRVSC da SEFAZ desejada, por exemplo, colocar uma URL errada.

      Assim que o GRC tentar validar se a SEFAZ está no ar, irá ocorrer um problema e ele irá verificar se o respectivo SVC está no ar. Se o GRC conseguir validar o Status Check do SVC, o SAP ECC irá automaticamente identificar esta situação, e as Notas que forem emitidas a partir deste momento irão ser emitidas automaticamente pelo SVC.

      Para saber se a Nota foi homologada pelo SVC basta abrir o XML e ver o <tpEmis> com valor “5” ou “6”.

      Ricardo Viana e Eduardo Abrell, já conseguiram testar o SVC por aí? Poderiam criar um Blog ensinando a fazer este teste, que tal? 😀

      Abraços.

      Baroni

      (0) 
      1. Ricardo Viana

        Pedro Baroni,

        Amanhã eu inicio, mais não tem mistério, basicamente é parar os canais de SEFAZ Normal e a SCAN e emitir a NF-e.

        Abraços,

        (0) 
        1. Wilson Santos

                 Olá pessoal, boa tarde !

                 Obrigado pela dica Pedro, desativei os canais de comunicação SCAN e da SEFAZ-MG, e é possível verificar que o SVC está ativo, porém, ao emitir uma nova nota, ela continua sendo enviada como normal e aí pára no GRC. Pelo que pude observar analisando via debug, a sequência de execução que está processando aqui, não passa por nenhum ponto que verifique se algum dos servidores SVC está no ar.

                 Pelo que consegui identificar, a função que verifica os servidores SVC é a J_1BDFE_SERVER_DETERMINATION, executando-a manualmente no ECC, ela retorna corretamente que o SVC está ativo, e que o tpEmis deveria ser 6, porém, quando faço uma emissão, a execução não passa por ela.

                 Estou fazendo uso aqui do programa J_BNFECALLRFC para numerar e enviar as notas, e vi que dentro da subrotina set_nfe_number, há uma chamada à função J_1BDFE_SERVER_DETERMINATION, porém a execução não chega até este ponto, pouco após uma chamada à função  J_1B_NFE_GET_TPEMIS(que está sendo chamada bem antes da J_1BDFE_SERVER_DETERMINATION), o programa sai dessa subrotina, e continua o processamento fazendo o envio da NFe, com tpEmis = 1.

                 Alguém conseguiu fazer isso funcionar ? A situação que descrevi pode ter a ver com configuração, ou é o caso de abrir chamado de suporte na SAP ?

                 Obrigado,

                 Wilson

          (0) 
            1. Wilson Santos

                     Olá Pedro !

                     Eu tinha visto, e o ambiente aqui está configurado de acordo, e a nota que você indicou já tinha sido aplicada.

                     Obrigado,

                     Wilson

              (0) 
              1. Wilson Santos

                       Alguém conseguiu fazer isso funcionar, ainda que seja de outra forma(talvez sem ser pelo programa J_BNFECALLRFC, fazendo o envio pelo monitor) ?

                       Obrigado,

                       Wilson

                (0) 
                  1. Wilson Santos

                           Hmm, certo, vou dar uma pesquisada se tem mais alguma nota pra aplicar aqui.

                           Obrigado,

                           Wilson

                    (0) 
                  2. Wilson Santos

                           Olá Pedro !

                           Creio que entendi o que está acontecendo aqui, ocorre que a J_BNFECALLRFC não passa pela chamada que verifica o SVC, se a nota já estiver numerada(nfenum9 preenchido), e no caso, a numeração das notas aqui é externa, enviada por um sistema legado(que envia os dados para emissão). Dentro da J_BNFECALLRFC, a chamada que verifica o SVC é feita dentro da subrotina de numeração(set_nfe_number), mas se a nota já estiver numerada, o processamento é interrompido antes de chegar no ponto de verificação do SVC. Observei que outro ponto que faz essa consulta, é quando é acionada a numeração pelo monitor j1bnfe, ou seja, me parece que a coisa foi construída na J_BNFECALLRFC entendendo que, se a nota já está numerada, ela foi numerada no monitor e já foi consultado o SVC.

                           Bem, acho que neste caso só abrindo chamado mesmo, certo ?

                           Obrigado,

                           Wilson

                    (0) 
                  3. Geraldo Ebeling

                    Wilson

                    Antes da NT-07 nós fazíamos o envio de forma automática, mas com o SVC tivemos o mesmo problema. Consultamos a SAP e eles indicaram que a partir de agora o envio tem que ser por job (decouple). Alteramos a configuração (transação S_ALR_87008328), passando o campo “Exec RFC para “3” e funcionou sem problemas. Essa entrada é por filial/formulário.

                    att

                    Geraldo

                    (0) 
                    1. Wilson Santos

                             Olá Geraldo !

                             Obrigado pela resposta, mas não é essa a questão aqui, também usamos essa configuração, porém a atribuição do número da NF não é feita pelo programa. Aqui as notas são criadas via BAPI, e já são criadas numeradas, e como citei na mensagem anterior, como a nota já está numerada, o programa J_BNFECALLRFC não passa pelo trecho que consulta o SVC.

                             Atenciosamente,

                             Wilson

                      (0) 
                        1. Wilson Santos

                                 Olá Pedro, boa tarde !

                                 Só para fechar esse assunto, eu abri um chamado explicando a questão, e o suporte me respondeu que o cenário que utilizamos aqui, com numeração externa, não é suportado, então ou mudamos a forma de trabalho atual para utilizar numeração interna gerada pelo SAP, ou fazemos um enhancement para poder continuar do jeito que trabalhamos hoje:

                          Hello,

                          I’ve checked with the development team and this scenario is currently

                          not supported by SAP. If you want to have the creation and issuing of

                          Nfe’s working the process must be the same as done in the ERP. In this

                          case it’s needed to have the SAP system numbering the NFe.

                          If you want to continue with your scenario you’ll need to create an

                          enhancement in the standard code in order to include your scenario or

                          you’ll need to create another solution in a project.

                          Regards,

                                 Atenciosamente,

                                 Wilson

                          (0) 
  7. Pedro Baroni Post author

    Pessoal, boa tarde.

    Blog atualizado:

    – Incluída parametrização a ser feita no SAP ECC (a mesma que era feita pro SCAN).

    Abs.,

    Baroni

    (0) 
  8. Lucia Mendes

    Pessoal boa tarde

    Estamos implementando o SVC no layout 2.0 e nosso pessoal do PI está com uma dúvida quanto aos monitores.

    Já aplicamos todas as notas e eu já notei que o Monitor do ERP temos novas colunas que indicam as SVCs.

    Quanto ao PI, hoje acessamos uma URL onde, após os dados da empresa, consta o endereço:

    …/xnfe/nfe_main_monitor?sap-system-login-basic_auth=X&sap-client001&sap-language=EN

    Porém, segundo o pessoal, após o upgrade para o SP16  e aplicação das notas do SP17 necessárias, o sistema está apontando para uma URL cujo final é um pouco diferente, o que dá a impressão de que se trata de um novo monitor:

    …/xnfe/nfe_monitor_new?sap-client=001&sap-language=EN

    Porém, quando acessamos esta nova URL, não conseguimos identificar nenhuma diferença para o monitor antigo.

    Isto está correto, ou tem alguma nota faltando para que possamos enxergar o novo monitor no GRC?

    Ps.: Após a subida para o SP16 Já aplicamos as notas:

    1939537, 1973306, 1979814, 1979718, 1993887, 1994017, 1999541, 2001430

    Alguém pode me ajudar?

    Grata

    Lúcia

    (0) 
      1. Lucia Mendes

        Oi Baroni!!

        Obrigada pelo retorno!  Passei este endereço para meu pessoal de PI e eles se entenderam agora..

        Inclusive, este caminho ajudou a resolver um outro problema no  monitor do GRC, que quando eu tentava consultar os eventos de cancelamento que eu estou testando, dava um erro tipo dump.

        Eles me explicaram que eu tenho que acessar o monitor de eventos  por outra URL agora e que as pastinhas do monitor anterior ao SP16 não estão mais disponíveis…

        Confesso que não achei muito prático, mas pelo menos resolveu…

        Abraço!

        Lúcia

        (0) 
  9. Lucas Goncalves

    Pedrão,

    Banderou! kkk Muito bom teu tutorial, anota ai na nossa conta…

    Mas estou com problemas no monitor tambem. Ele não esta mostrando o status. Estou procurando alguma coisa… Qualquer coisa retorno!

    Abs!!

    (0) 
  10. Lucia Mendes

    Pessoal boa noite!!

    1) Compartilhando:

    Eu estava com problema da conclusão do skip/cancelamento de nota em modo normal, onde depois de aplicadas as notas da SVC o sistema não estava cancelando automaticamente o documento de origem.

    Descobri que no customizing da NFe onde a gente flegou para fazer o check automático da disponibilidade da SEFAZ, a gente determina se quer ou não que seja feito automático.

    Cancelamento em Contingência

    EstornoAutom.- não 

    No meu caso estava que não era para cancelar automático, logo não é mais um problema! Um a menos!!

    2) Outro problema que estamos enfrentando é que quando geramos notas writer na J1B1N em modo de contingência, o sistema não está numerando as mesmas automaticamente.  E isto só  está acontecendo com Writers, pois nfs geradas a partir de SD geram numeração normalmente.

    Para dar continuidade no processo de envio da NFe estamos clicando no botão “Determinar Nro de NFE” no Monitor J1BNFE e assim a nf é enviada para a SEFAZ SVC aprovar.

    Porque só as writers não estão sendo numeradas automaticamente? alguém poderia me ajudar?

    3) Conseguimos finalmente aprovar em contingência, após numerar manualmente, uma nota writer.  Porém algo está estranho:

    Quando fiz esta writer, o sistema reconheceu que a SEFAZ estava em SVC e marcou um “X” na coluna de Act.SVC e preencheu na coluna Serv.Ativ o código numérico relativo à SEFAZ SVC que estava sendo acionada de acordo com a região do emitente.

    No meu caso, emiti uma NF da Bahia e o sistema preencheu a coluna com código

    04 – SVCRS Rio Grande do Sul está ativo – CORRETO!

    Esta NF já foi criada com tip emiss 7 e foi aprovada, com chave de acesso correta e tudo mais!

    Fiz outra NF proveniente de um processo de SD para a mesma filial Bahia, e o que acontece é que no Monitor o sistema marca “X” na coluna de Act.SVC, mas ele não preenche na coluna Serv.Ativ o código numérico relativo à SEFAZ SVC. Por este motivo, uma vez que não sabe para qual SVC mandar, ele cria a nota com tip emiss 1 e fica eternamente parada no Monitor J1BNFE aguardando resposta.

    No Monitor do GRC esta nf está com erro 38 Web Service Inacessível.

    Detalhe: a Writer é idêntica à nf que eu gerei por SD.

    O que vcs acham que ainda pode estar faltando?

    Agradeço se alguém me ajudar, porque o upgrade do GRC/PI para atender o SVC precisa ser transportado neste final de semana devido à disponibilidade da equipe de Basis que fica nos Estados Unidos.. Se eu não resolver isto, só consigo fazer o transporte no dia 20/21 e aí tenho medo de estar muito em cima do final do Mês.

    Abraço!

    Lúcia

    (0) 
  11. João Carlos Albach Bueno Filho

    Bom dia Pedro,

    Já tualizamos o SP, entretanto não temos os nós abaixo no customizing:

    1 – “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e definir consulta para status de serviço das autoridades (SEFAZ)”

    2 – “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e: atualizar versão dos tipos de mensagem”

    3 – “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e: atualizar sistema das autoridades conectados”

    4 – “Nota Fiscal Eletrônica” -> “Saída” -> “NF-e 2.00: definir consulta para status de serviço das autoridades (SEFAZ)”

    Teria como você compartilhar essas views?

    obrigado,

    (0) 
    1. Adriano Campolina

      João, bom dia.

      Confirma a integridade do SP 16 ou 17 que vocês atualizaram.

      Se o SP 16 ou 17 foi aplicado corretamente, não tem como essas opções não aparecerem na SPRO.

      Att

      Adriano Campolina

      (0) 
  12. Lucia Mendes

    Pessoal bom dia!

    Apenas um complemento para ser corrigido na documentação:

    Eu estava fazendo meus testes de SVC layout 2.0 para a minha Filial do Espirito Santo e de acordo com  Nota Técnica 2013/007, esta SEFAZ enviaria as nfs para aprovação em contingência para SVC RS.

    Fiz todas as minhas configurações para isto e não estava conseguindo concluir a comunicação.  Então entrei no fale conosco da SEFAZ ES e obtive a seguinte resposta:

    *************************************

    Prezado(a),

    Ao migrarmos para RS nossa SVC passou a ser a do Ambiente Nacional. Entretanto essa alteração legislativa ainda não ocorreu. Tal legislação está para ser aprovada.

    Atenciosamente
    GEACO – Gerência de Atendimento ao Contribuinte

    **********************************************

    Com isto alterei minhas configurações direcionando a contingência da SEFAZ ES para SVC AN e funcinou normalmente, ok?

    Baroni, se vc puder corrigir a documentação, vai ficar legal, pois ela no momento é a “Biblia” do SVC..para nós!!!

    Valeu!!

    Lúcia Mendes

    (0) 
        1. Eduardo Abrell

          Sensacional…

          Subimos o SVC no último domingo(29) por aqui mas não chegamos a ser chaveados ainda, de qualquer forma já fiz a alteração para não termos este problema também!!

          Valeuuu Baroni e Lúcia!

          Abraço

          Eduardo Abrell

          (0) 
  13. Bruno Lima

    Pessoal,

    Quando estamos com o SVC-AN/SVC-RS ativo, a transação J1BNFE não numera nem envia a NFe. Não utilizamos o decouple.

    O envio só é feito quando marcado a linha e definido o numero de Nfe manualmente.

    (mesmo caso da Lúcia nota Writer, porem tb para MD Doc.Material)

    Verificamos as configurações da filial e formulário a chamada RFC está vazio(mesma LUW).

    Quando é usado o SVC é desta forma mesmo? Ou alguma nota de correção, config?

    Desde já agradeço!

    Obrigado,

    Bruno

    (0) 
    1. Geraldo Ebeling

      Bruno

      Nós também não utilizávamos o decouple antes de implementar o SVC aqui na empresa. A partir do SVC tivemos problemas no envio, abrimos um chamado na SAP e eles nos informaram que com o SVC não poderíamos mais utilizar o envio automático, recomendando o envio por JOB (opção 3 = decouple). Aplicamos a recomendação deles e não tivemos mais problemas com isso

      Att

      Geraldo

      (0) 
      1. Pedro Baroni Post author

        Sem contar que não utilizar o Decouple tem um enorme risco:

        “Aprovar NF-e’s na SEFAZ que sequer existem no SAP”

        Isso ocorre quando há erro (DUMP) durante a criação de uma NF-e no ECC.

        Abçs.,

        Baroni

        (0) 
        1. Bruno Lima

          Ótimo saber disso pessoal, agora é conseguir explicar e justificar para o cliente que tem inúmeras filiais e volume de faturamento altíssimo, que haverá o JOB devido a implementação do Decouple.

          Sabem se existe alguma nota documentando isso? Ou somente o chamado mesmo?

          +1x Obrigado,
          Bruno

          (0) 
              1. Pedro Baroni Post author

                Não deve ter.

                Mas o Decouple surgiu em 2008. Essas duas Notas por si só já justificam a necessidade de implementá-lo, independente do SVC.

                Infelizmente, muitos clientes ainda não usam, ou não foram orientados a utilizar.

                Abç.,

                Baroni

                (0) 
  14. Henrique Chesed De Almeida Mello

    Gostaria de saber se alguém passou por isso:

    Usamos a solução GRC da SAP para emissão de NF-e. Fizemos as parametrizações para atender à NT 2013/007 que em homologação rodou sem problemas.

    Fizemos a subida para produção neste fim de semana (28 e 29/06) e tivemos o seguinte problema na segunda (30).

    O serviço de contingência (SVC RS) passou a responder para as seguintes UF’s RN, MA, ES, gerando a rejeição 570 e 114 no ERP emissor.

    Achamos estranho o caso pois a SVC RS tem as seguintes UF’s: AM, BA, CE, ES, GO, MA, MS, MT, PA, PE, PI, PR, RN e somente 3 deram o erro.

    (0) 
    1. Lucia Mendes

      Bom dia Henrique,

      Eu passei a mesma situação com o ES, porque na verdade, este estado está sendo direcionado para SVC AN e não RS como estava no Manual.

      Fiz uma consulta direta na SEFAZ ES e eles mesmo responderam isto.

      Mudei a configuração apontando a o SVC do ES para SVC AN e minhas nfs passaram a ser aprovadas!

      Acho que valeria vc consultar os outros estados que vc mencionou para ver se não estão na mesma situação.

      Abraço!

      Lúcia

      (0) 
      1. Henrique Chesed De Almeida Mello

        Boa tarde Lucia,

        Obrigado pela resposta, hoje aconteceu para o PR também. Terei que revisar os cenarios.

        Essa mudança de apontamento voce fez onde, na SPRO “NF-e definir consulta para status de serviço das autoridades (SEFAZ)”, mudando para 91?

        Os meus Receivers Determinations estão iguais as parametrizações daqui.

        (0) 
  15. Flavio Ribeiro

    Pessoal, boa noite!

    Estou em um cliente que está trabalhando com o GRC 10.0 e a versão 4.6C do ERP, com relação as notas a serem aplicadas no GRC não temos problemas, porém as notas que precisam ser aplicadas no ERP, todas as descritas acima, não são validas para essa versão, alguém já implementou em versões diferentes da 6.0?

    Obrigado!

    (0) 
  16. Jesuino Junior

    Pessoal, boa noite!

    Estamos implementando o SVC no cliente e surgiu uma dúvida que está na nota ténica. Na verdade, entendi o texto com duas interpretações.

    Segundo a nota técnica:

    Agora, segundo a nota técnica:

    A aplicação da empresa atualmente já mantém um controle sobre a disponibilidade do ambiente normal de autorização da sua SEFAZ de circunscrição, identificando o seu status de operação como “Normal” ou “Em Contingência”.

    No caso da indisponibilidade do ambiente normal de autorização, para uso dos serviços de recepção e autorização da SVC-XX, a empresa deve adotar os seguintes procedimentos:

    · Identificação que a SVC-XX foi ativada pela SEFAZ de origem da sua circunscrição, conforme resultado do Web Service de Consulta Status do Serviço, descrito anteriormente;

    · Geração de novo arquivo XML da NF-e com as seguintes alterações:

    a. Campo tpEmis alterado para “6” (SVC-AN) ou para “7” (SVC-RS), conforme legislação que define qual UF está vinculada a cada uma das SVC;

    b. Informação do motivo da adoção da contingência (campo xJust) e da data e hora de início de utilização da SVC (campo dhCont), que também devem ser impressos no DANFE, conforme definido na legislação.

    ____________________________________________________________

    Minha dúvida está em relação ao ítem B.

    Eu entendi que todo o ítem B tem que estar no xml, mas a data e hora do início de utilização do SVC tem que aparecer também na DANFE.

    Porém, me disseram que todo o ítem B, ou seja, o motivo da adoção da contingencia (SEFAZ FORA DO AR) + data e hora do início da utilização do SVC devem aparecer no xml e na DANFE.

    Alguém saberia me dizer qual das interpretações é a correta??

    Obrigado!!

    (0) 
  17. André Mello

    Boa tarde,

    Foi prorrogado para Março de 2015, publicado no site Portal da Nota Fiscal Eletrônica

    em 07-10-2014.

    07/10/2014 – Atenção: Publicada atualização da NT2013.005 – Versão 1.10,

    permitindo o uso da versão 2.0 do leiaute da NF-e até o mês de março de 2015, dentre outras alterações.(NT2013.005_v1.10)

    Assinado por: Coordenação Técnica do ENCAT

    O motivo:

    Alterações na vigência da versão 2.0:

    Em função de dificuldades operacionais de contratação, ainda não foi possível viabilizar a internalização na Zona Franca de Manaus de mercadorias acobertadas por notas emitidas na versão 3.10, o que torna necessário permitir o uso da versão 2.0 até março de 2015.

    Abs a todos.

    (0) 
  18. Ujjwal Kumar

    Olá Pedro,
    As URLs de serviços web para “Sefaz Virtual do Rio Grande do Sul – (SVRS)” e “Sefaz Virtual de Contingência Rio Grande do Sul – (SVC-RS) são mesmo no site da SEFAZ.
    Está correto como eu acho CUF arquivada também é necessário para SVRS enquanto no SVC-RS que o campo não é obrigatório.

    Atenciosamente,
    Ujjwal Kumar

    (0) 
    1. Pedro Baroni Post author

      Oi Kumar,

      Independente da URL ser a mesma, o importante é o seguinte:

      – o campo “cUF” determina qual é a SEFAZ de destino. Por exemplo, notas emitidas para UF SC (42) são direcionadas para SVRS.

      – o campo “tpEmis” determina que se a Nota é Normal ou Contingência, se “tpEmis” = 7, então a Nota foi emitida em contingência e deverá ser direcionada para SVC-RS.

      Saudações.

      Baroni

      (0) 
      1. Ujjwal Kumar

        Olá Pedro,
        Muito obrigado pelos esclarecimentos.

        Assim, em caso de Contigência, não há necessidade de verificar campo “CUF na determinação do receptor no PI, necessidade apenas tpEmis arquivado para ser definido como “6” para SVC-AN e “7” para SVC-RS.
        Eu coloquei ambas as condições contignency no cenário PI como mencionado por você no blog. Mas no momento da inatividade do sistema SEFAZ, qual sistema de Contigência é selecionado pelo cenário. É com base na região ou ambos os sistemas de contingência são selecionados de cada vez.

        Atenciosamente,
        Ujjwal Kumar

        (0) 
        1. Pedro Baroni Post author

          Com base na região.

          No blog acima, no item “SAP GRC NF-e: Customizing“, veja na segunda figura o campo “Sist. SVC”:

          43 – SVC Rio Grande do Sul

          91 – SVC Ambiente Nacional

          (0) 

Leave a Reply