Skip to Content

Dando continuidade ao BIF (ao qual fui desafiado pela Karen Rodrigues) do SAP Forum 2014… “Compartilhe sua experiência no SAP Forum Brasil 2014” proposto pela Raquel Pereira da Cunha … eu pude participar este ano nos dois últimos dias e tive a oportunidade de dar 4 palestras as quais vou comentar um pouco aqui assim como a minha experência no SAP Forum! Espero que gostem! ๐Ÿ˜Ž

DIA 12 – Quarta-feira

Cheguei no forum no dia 12 quase em cima da hora para a minha sessão no “Meet our Customer” para falar sobre o projeto de implementação da automação de entradas da John Deere o qual fui o Gerente de Projeto. Essa seção era pra ser na verdade uma mesa redonda do tipo perguntas e respostas, mas acabei seguindo uma apresentação. Vou ver com posso disponibilizar a mesma aqui nesse blog; até lá… segue alguns pontos (prometo que vou tentar não me extender! rsrsrs) que acho relevantes:

PROJETO JOHN DEERE – Implementação Automação de Entradas com SAP NF-e

Fatores Críticos de Sucesso

>  Ser uma solução Standard SAP – O time de TI do projeto (exceto eu! rsrs) NÃO tinham qualquer conhecimento ou experência com localização Brasil ou NF-e (todos localizados nos EUA). Por ser uma solução standard SAP isso contribuiu para o sucesso do projeto já que todos os procedimentos como instalação, aplicação de patch, aplicação de notas, instalação de certificados, etc. são padronizados e conhecidos. Na ocasião baixei os guide lines da SAP, abri um solman ticket para nosso time de basis que retornou posteriormente confirmando as datas de entrega. Ainda por ser uma solução standard SAP… não importa onde for o problema se no ECC, no SAP NF-e ou no PI você abre o chamado em um único local (SAP marketplace) e você vai ter a solução sem ficar aquele empurra, empurra quando tem uma solução de terceiros. Sem contar que muitas vezes a solução “de terceiros” não possui um suporte ou documentação em inglês o que dependendo do projeto/empresa isso pode complicar ou requerir um aumento no número de recursos do projeto!

>  Alinhamento das Expectativas – Tenho bastante contato com clientes que já implementaram a solução e a reclamação de muitos é em relação ao percentual automatizado. Toda empresa começa o projeto de automação com um nível de expectativa muito alto! Quero dizer, imaginam que uma vez em produção irão automatizar todo o recebimento em um mês! É preciso ANTES mesmo de começar o projeto avaliar o processo atual. Quero dizer… responder a algumas perguntas básicas como:

    • Qual o percentual de XMLs a empresa recebe em relação ao total de notas recebidas?
    • Quantos desses XMLs são recebidos em tempo (antes da mercadoria)?
    • Quantos desses XMLs possuem pedido e linha do pedido?
    • Quais sao os processos de entrada que a empresa possui?
    • Como estes processos são executados no SAP? Tem pedido de compra? MIGO e MIRO? Usa Aviso de Remessa? Feita alguma modificação manual no lançamento?
    • Quais são os problemas comuns que ocorrem no recebimento? * necessário identificar todos os problemas no recebimento; não se surpreenda se encontrar mais de 30 diferentes tipos problemas/causas que ocorrem na entrada.


Com isso você pode ter uma noção do volume que você vai conseguir automatizar com base em fatos e dados; e, assim definir um plano de ação adequado para a implementação. No nosso caso, antes mesmo de iniciarmos o projeto fizemos um levantamento de quantos fornecedores enviavam pedido e linha; na amostra que selecionamos… ZERO fornecedores enviavam essa informação! Lembre-se que o fornecedor não vai enviar essa informação da noite pro dia!

É preciso ter em mente também que a solução de automação de entradas NÃO resolve seus problemas automaticamente! Quero dizer, se o comprador continuar colocando o preço ou iva errado no pedido de compra… ela não vai corrigir isso automaticamente! O que a solução faz é dar MAIOR visbilidade destes problemas! Ou seja, você precisa atacar a causa raiz dos problemas que ocorrem no recebimento e assim obter agilidade desejada!

Ou seja…

alinhe as expectativas com a área de negócio do que será possível fazer e quando!

Política de atualização

          Ver blog Política pra atualização do support package do SAP NF-e (GRC)



Resultados

>  Projeto entrou em produção em dezembro de 2011 em ramp-up e hoje tem cerca de 93% dos XMLs recebidos (36.000 notas mês) lançados pela automação. Isso representa cerca 60% do volume total de notas lançadas no sistema.

>  O tempo médio de descarga de um caminhão cosiderando desde o momento que o motorista entrega as notas na portaria, lançamento de todas as NF-es e CT-es, liberação da entrada do caminhão no patio e descarga reduziu de 10 horas para 2 horas!

>  Com isso foi possível aumentar a capacidade de recebimento no ultimo ano em 60% sem alterar a estrutura física e de pessoal.


Espero que aqueles que participaram tenham gostado! ๐Ÿ™‚ Falei muuuuuito mais coisas mas é complicado escrever tudo aqui! Tive ainda a honra de contar com a presença de alguns membros do SCN como o Ricardo Viana, Bruno SperaRicardo Viana, Eduardo Hartmann, Karen Rodrigues entre outros (me perdoem mas minha memória NÃO igual a do PI!)! ๐Ÿ˜›

Continuando…

Depois fui dar uma volta pelos stands e rever amigos e trocar experências. Gostei muito da estrutura, parecida um pouco com o SAPPHIRE. E, uma coisa que me surpreendeu foi ver o pessoal buscando/participando das sessões Meet the Expert! Uma excelente oportunidade de conversar com quem SABE MUUUITO! E, de graça (ops… pra quem não pagou o ingresso)!!!

Depois disso…. foi então aguardar o tão esperado HH do SCN, que acabou acontecendo no stand da CA. Por que lá? Chopp liberado + queijo parmesão + brinde (foto abaixo)! ๐Ÿ˜†

photo (2).jpg

Acredito que muitos daqui foram no SAP Forum mas poucos apareceram por lá! Uma pena! ๐Ÿ™   espero conhecê-los pessoalmente!

Bom… mas pude conhecer  pessoalmente o garoto prodigio Renan William Alves de Oliveira, o nada fraco Bruno Spera (rsrsrs) e o Mr PI Ricardo Viana ! Também estavam lá as FERAS (como diz o Viana)… Karen Rodrigues, o Roger Holovatiuk, o Ronildo Santos e os SAP Mentors assim como eu ๐Ÿ˜› Marlo Simon e Henrique Pinto ! Tava tão bom que até esqueceram de fazer um selfie! ๐Ÿ˜† vai ter que ficar pra próxima!

Não posso deixar de agradecer ao Marlo Simon e ao Henrique Pinto pela engordante janta no final da noite e obvio pela “impagável” companhia! Não é a toa que eles são SAP Mentors! ๐Ÿ˜‰ ๐Ÿ˜Ž

DIA 13 – Quinta-feira

Bom… vou deixar pra continuar esse blog outro dia porque tem muito mais coisas! DESCULPEM, mas o dever me chama! ๐Ÿ™‚

Continua aqui mesmo! Até já! Abraço!

Enquanto eu não termino meu blog, vou passar o desafio para Cesar Coelho, Ricardo Viana (vê se arruma um tempo ai!), Bruno Spera

Renan William Alves de Oliveira

To report this post you need to login first.

12 Comments

You must be Logged on to comment or reply to a post.

    1. Eduardo Chagas Post author

      Oi Raquel!!!

      Na verdade eu não esqueci, mas como falei… ainda tem mais coisa pra comentar! heheheh

      Mas vou antecipar então…

      abraço

      (0) 
  1. Rodrigo Alves

    Chagas, seus comentários agregaram muito ao produto. A parte onde você descreve os resultados evidencia claramente o valor agregado da solução SAP NFE Inbound , permitindo que esse exemplo seja utilizado em muitas ocasiões… agora essa foto do chopp foi sacanagem… mancada mesmo! Hahahaha ๐Ÿ˜›

    (0) 
  2. DAVID MEDEIROS

    Eduardo Chagas mais uma vez contribuindo e compartilhando informações de projetos com Sucesso e claro abrindo a visão de muitos com relação ao que se diz respeito ao produto “Inbound Automation”. Parabéns pelo resumo e por sempre estar compartilhando estes momentos com a galera SCN.

    Abraços e Sucesso.

    (0) 

Leave a Reply