Skip to Content

Uma dica que sempre comento junto com a necessidade de se ter uma política de atualização para o SAP NF-e, é manter as conexãos dos ambientes (ECC, SAP NF-e e PI) da empresa abertas para acesso pela SAP nos periodos de ciclo de teste e go-live.

Empresas multinacionais de uma forma geral não permitem ter a conexão aberta ad eternum. E, quando essas deparam com algum problema levam dias ou até semanas até que a conexão seja estabelecida e a SAP possa acessar o sistema para identificar o motivo do erro.

Logo, recomenda-se que você planeje junto a sua área de Basis e de Segurança que os sistemas estejam disponíveis para acesso pela SAP pelo menos nos periodos de ciclos de teste e go-live. Isso agiliza o atendimento por parte da SAP visto que a primeira coisa que o suporte irá fazer é validar se conexão está funcionando e tentar reproduzir o erro. Caso contrário… o suporte devolve o chamado para o requisitante! Ou seja… “o mico” voltou pro seu colo! rsrsrs

Outro ponto importante é de que no chamado você deve descrever todos os passos necessários para se reproduzir o erro. E, se tratando de algum problema com NF-e você deve abrir o chamado em inglês mesmo que o componente seja XX-CSC-BR-NFE ou XX-CSC-BR-NFEIN.

Ou seja… NÃO ESPERE o problema surgir! Se planeje e evite maiores transtornos e atrasos no seu projeto!

Para informações sobre como abrir a conexão para sap… veja a nota 605795.

Ahhh já ia esquecendo… chamado very high não é aceito para o componente XX-CSC-BR-NFEIN (automação de entrada) já que o processo tem workaround lançando o recebimento diretamente no ERP (Note 1741933 – Priority ‘Very High’ for Component XX-CSC-BR-NFEIN).

Abraço

Eduardo Chagas

.

To report this post you need to login first.

1 Comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply