Skip to Content

Muitas equipes – em suas ânsias de construir um plano social ou de marketing – esquecem este importante primeiro passo ao mundo das mídias sociais: Para pensar em social, você deve agir pessoal. Incorporar este pensamento ao seu programa lhe trará uma grande chance de sucesso. Se você esquecer esta filosofia, certamente falhará.

A falha aparece com teorias ultrapassadas  a respeito de como as empresas devem interagir com seus consumidores.  Não importa se sua empresa é B2B ou B2C – ou híbrida; as expectativas dos consumidores fundamentalmente mudaram. Já não esperam “receber mensagens”, esperam ser parte de uma discussão. Já não querem “conteúdo polido e cheio de jargões”, eles esperam ser capazes de se relacionar com o conteúdo sob seus termos e suas linhas de tempo.
As organizações podem ambos falar com os consumidores como se estivessem cara-a-cara e fazê-lo à grande escala para alcançar uma audiência maior do que nunca – se configuram seus programas de social media corretamente.  Existem três passos gerais que você deve ter em mente.

Social Significa Conectar Com Uma Pessoa

O que está errado nas equipes é acreditar que as mídias sociais são apenas outro canal emissor. Se quer enviar sua mensagem a muitas pessoas, ou se isto é só um “jogo de números” para você, terá melhores resultados com alguma coisa como email marketing, onde existe uma tolerância maior dos consumidores para esse tipo de mensagens. Pense nisso como esta analogia – Com qual destas opções  você alcançaria melhores resultados: entregar folhetos da sua liquidação na porta do shopping local ou entregar os mesmos folhetos aos sentados nos bancos da igreja justo antes da cerimônia religiosa?

As plataformas sociais são efetivas aos consumidores que estão em determinado campo mental. Se você quer vender para essas pessoas e elas não estão em uma situação favorável para a venda, você perde. Comece a pensar o que o seu consumidor está fazendo nesses canais – porquê estão ali – e desenvolva programas direcionados a estas pessoas baseado no que elas querem.  Pense nisto como se cada um deles fosse um único indivíduo e você e o responsável de sanar suas necessidades.

Meça Suas Interações Pessoais

Nenhuma organização terá sucesso a menos que possam mensurar seu marketing para alcançar novos consumidores ou audiências. Novamente, as ânsias na hora de mensurar resultados é onde a maioria dos grupos falham. Uma vez que você tenha estabelecido como conversar com sua audiência tratando-os como pessoas, poderá começar a medir essas interações. Recentemente, entrevistei a Ted Rubin, Social CMO da Collective Bias, quem pôde articular este problema de mensuração melhor do que eu. Ele acredita que os “lurkers” – seguidores das suas redes, mas que não participam de forma ativa – são tão valiosos quanto a minoria participante. Quando você se relaciona com indivíduos em uma plataforma social, você deixa seu relacionamento visível para outros. Como esses “lurkers” seguem a sua marca, eles veem e reagem às suas interações com outros. Crie diálogos abertos e dedicados com alguns poucos e você abrirá suas portas exponencialmente a outros que tomarão nota não só do que você diz, mas de como você o diz.

Construa Seu Negócio Social

Uma vez que você criou esse diálogo pessoal com as suas comunidades e outros já começaram a vê-lo, você ficará maravilhado do rápido que a percepção da sua marca mudará e crescerá no mercado. Ainda existem relativamente poucos negócios que atuam como pessoas com seus consumidores; aqueles que o fazem bem agora tem uma oportunidade florescente no mercado. Você pode mensurar sua empresa usando mídias sociais, mas isso vai demandar que dedique conversas de trato pessoal para conseguí-lo.

O maior medo é mensurar a sua empresa e se manter pessoal. Mas isso é como pensar no que você quer se formar na faculdade enquanto ainda está no pré-escolar. Sim, os passos que você der vão guiar o seu caminho às escolhas da faculdade, mas você ainda tem caminhos por seguir. Focalizar antes na aprendizagem de como se comunicar, e começar a medir. Com o tempo, você tomará decisões para se adaptar à sua audiência, dirigir novos programas ou trazer fontes para fazer que este modelo funcione.

To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply