Skip to Content

Equipe, e muito comum em projetos de longa duração, aonde tentamos manter o clima  da melhor forma possível, começarmos a entrar em conflito, seja entre equipe ou como nossos usuários/Cliente, não e incomum, em todos os lugares nos deparamos com situações conflitantes, e no ambiente de projeto no qual passamos 8 , 9, 12 horas do nosso tempo não é diferente .


As causas são as mais variadas, mas acima de tudo, em conflitos dentro de um projeto SAP , o que fica evidente são as diferenças de valores, as ambições e as distintas concepções de mundo.


O conceito de Conflito pode ser definido como toda situação onde haja discordâncias pessoais, coletivas, profissionais no que tange às opiniões, ações, interesses, e especialmente quando afeta aos valores daquele grupo ou dos indivíduos envolvidos na questão tanto usuários como equipe funcional.

É natural e saudável quando os profissionais defendem seus pontos de vista independente se eles são clientes ou prestadores de serviços, e normal  confrontam suas ideias. Isso traz crescimento às partes e inovações para a empresa.

Este é um tipo de conflito positivo, pois levanta opiniões, traz novas discussões e colabora para o crescimento coletivo e o desenvolvimento dos colaboradores, que ao se depararem com situações de divergência, estarão mais preparados a lidar com situações delicadas.


Para a correta administração do conflito é importante que sejam conhecidas as possíveis causas que levaram ao seu surgimento.


Dentre elas, é possível citar:


– Experiência de frustração de uma ou ambas as partes: incapacidade de atingir uma ou mais metas e/ou de realizar e satisfazer os seus desejos, por algum tipo de interferência ou limitação pessoal,  técnica ou comportamental;


– Diferença de personalidade: são invocadas como explicação para as desavenças tanto no ambiente familiar como no ambiente de trabalho, e reveladas no relacionamento diário através de algumas características indesejáveis na outra parte envolvida;

Principais motivos que ocasionam crises de conflitos dentro da equipe  ou com outros membros participantes de um Projeto.


1- Conflitos de interesses individuais, coletivos ou organizacionai

2- Frustrações, Medo, Estresse, Ansiedade

3- Falta de uma comunicação interna efetiva

4- Falta de Reconhecimento Profissional muito comum com usuários.

5- Inveja, fofocas, ambição.

6- Desejo por Poder, Ascensão e Status demonstração de conhecimento na ferramenta.


Entretanto, quando as diferenças extrapolam o lado profissional e atingem também aspectos pessoais, as discussões tendem a se prolongar.


Está formado um cenário onde é necessário investir, de maneira emergencial, na resolução e administração de conflitos com sua equipe de projeto e também no trabalho de forma efetiva, e a presença do Gerente de Projeto ou Gerente de Negocio  é fundamental.

Aos Gerentes de projetos que estão em contato direto com sua equipe cabe:


1- Identificar as causas dos conflitos

2- Reconhecer quais são os tipos (Pessoais/Profissionais)

3- Criar soluções para resolvê-los e não culpados

4- Ouvir na Essência, ou seja, identificar e sentir de forma verbal e não-verbal o que os colaboradores desejam

5- Desenvolver a dinâmica da intercolaboração

6- Saber negociar com os colaboradores

7- Zelar pela manutenção de um ambiente de trabalho positivo


O Lado Positivo dos Conflitos:


Os momentos de crise também podem ser aqueles de superação. Nada que uma boa conversa, com sua equipe, intermediada por alguém imparcial , para trazer aos colaboradores uma terceira visão do problema.

Esse entendimento é essencial no processo de crescimento tanto profissional como pessoal, e todo foco de conflito em um projeto deve ser tratado logo em seu início.


Por outro lado a crise caminha com a inovação e pode convergir em boas ideias, novos soluções, comportamentos e em melhorias. É nesse momento que as boas ideias surgem; que os profissionais são desafiados a mostrar seu potencial e os verdadeiros líderes nascem.


Inovar com um projeto favorável é uma coisa, inovar na crise é um grande diferencial competitivo, pois demonstra a qualidade dos Gerentes de Projetos e suas competências.


Saber administrar conflitos é umas das habilidades essenciais de um GP líder efetivo, pois é dele a função de manter o clima no projeto positivo, e isso inclui especialmente, cliente satisfeito, relacionamentos interpessoais harmônicos.


Desenvolver esta competência para a resolução e administração de conflitos no projeto  é um grande diferencial. Significa reter talentos, aprimorar líderes, diminuir o turnover e conferir mais qualidade ao ambiente de projeto onde atuamos.

Best Regard’s

Disessa, Gilberto Junior

To report this post you need to login first.

Be the first to leave a comment

You must be Logged on to comment or reply to a post.

Leave a Reply